Publicidade

Estado de Minas SEGUNDA ONDA

Doentes ativos da COVID-19 em Uberaba crescem 100% em menos de um mês

No fim de dezembro de 2020, havia cerca de 500 doentes com o vírus ativo na cidade; agora (27/01) são 1.018 pessoas


27/01/2021 16:05 - atualizado 27/01/2021 16:27

Último boletim epidemiológico da COVID-19 em Uberaba, divulgado na noite deste terça-feira (26/01)(foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)
Último boletim epidemiológico da COVID-19 em Uberaba, divulgado na noite deste terça-feira (26/01) (foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)
O município de Uberaba, no Triângulo Mineiro, registrou nesta terça-feira (26/01) cerca de 100% de aumento no número de doentes ativos da COVID-19 em relação à última semana de dezembro. Neste momento, mais de 1 mil pessoas estão contaminadas com o novo coronavírus na cidade. 
Segundo o último boletim epidemiológico já foram registrados 12.185 casos positivos desde o início da pandemia, sendo que destes 10.901 estão recuperados e, infelizmente, houveram 266 mortes, ou seja, há atualmente no município 1.018 doentes ativos. 
 
Por outro lado, no final de dezembro, Uberaba havia confirmado cerca de 10 mil casos positivos da COVID-19 e, entre esses, aproximadamente 500 pessoas estavam doentes.
 
Desta forma, no final de dezembro os doentes ativos chegavam a cerca de 5% do total de casos positivos registrados. Agora, o número de ativos chega a 12% do total de casos registrados desde o início da pandemia na cidade.
 
Diante disso, a ocupação de leitos de UTI também cresceu consideravelmente, alavancadas pela chamada ‘segunda onda’da doença  e também da vinda de 18 pacientes de Manaus com a COVID-19 para o Hospital Regional de Uberaba.
 
Nesta quarta-feira (27/01), a ocupação de leitos de UTI destinados à COVID-19 da rede pública está em 60% e a privada em 68%, o que representa ao todo 46 pessoas internadas com a doença.

A ocupação de leitos de enfermaria pública para os doentes da COVID está em 33% e privada em 44%, o que representa que 45 pessoas estão internadas.
 
No final de dezembro, a ocupação de leitos de UTI da cidade estava em 27%, com um total de 21 pessoas internadas. Já em todos os leitos de enfermaria da cidade haviam 17 pessoas internadas, o que representava uma ocupação de 13%.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade