Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Número de bombeiros infectados com COVID-19 em Uberaba é considerado alto

No município, 14% dos bombeiros foram infectados pelo novo coronavírus; já em todo o Estado este número é de aproximadamente 0,5%


26/01/2021 19:03 - atualizado 26/01/2021 19:27

Nesta terça-feira (26) parte do 8º BBM participou de solenidade em comemoração ao aniversário de 55 anos da Corporação; ao som do hino nacional aconteceram hasteamentos das bandeiras do Brasil, MG e do Batalhão(foto: 8º BBM/Divulgação)
Nesta terça-feira (26) parte do 8º BBM participou de solenidade em comemoração ao aniversário de 55 anos da Corporação; ao som do hino nacional aconteceram hasteamentos das bandeiras do Brasil, MG e do Batalhão (foto: 8º BBM/Divulgação)
 
Enquanto cerca de 0,5% dos bombeiros de todas os batalhões do Corpo de Bombeiros em Minas Gerais testaram positivo para a COVID-19 desde o início da pandemia, no 8º Batalhão de Bombeiros Militar (BBM), em Uberaba, este índice foi de 14%. 
 
Segundo informações do tenente coronel Anderson Passos, comandante do 8º BBM, dos 176 bombeiros militares de Uberaba, atualmente seis estão licenciados porque testaram positivo para a COVID-19. 
 
 
“No total, 24 já foram infectados pelo novo coronavírus desde o início da pandemia, ou seja 14% da corporação. Nenhum deles teve sintomas graves ou precisou de intubação. Alguns foram ao hospital para observação, mas graças a Deus, zero sintomas graves. É um desafio diário entre os protocolos sanitários e os equipamentos de proteção individual versus a grande exposição das equipes no dia a dia dos atendimentos”, declarou Passos.
 
Já a porcentagem dos afastamentos de bombeiros de todo o estado mineiro, de acordo com a assessoria de imprensa do CBMMG, atualmente, representa 0,61% de casos confirmados, de um total aproximado de pouco mais de 6 mil bombeiros. Não houve nenhum óbito entre os militares.
 
Além disso, ainda segundo o CBMMG, não houve, até o momento, afastamento por motivo de saúde mental relacionado à Covid-19, somente atendimentos de rotina. 
 
Com relação as medidas de prevenção que foram adotadas pelo Estado para garantir a saúde dos bombeiros, a Corporação informou que foram as seguintes: 
 
- Estabelecimento de protocolo sanitário específico para a atuação dos bombeiros;
- Aquisição de Equipamentos de Proteção Individual específicos (EPI);
- Disponibilização de álcool gel e insumos para higienização em todas as unidades;
- Realocação dos militares em grupos de risco para teletrabalho;
- Militares em funções administrativas também colocados em regime de teletrabalho ou rodízio, visando a não aglomeração de pessoas;
- Reforço e protocolo específico para limpeza e desinfecção de viaturas e ambientes de trabalho;
- Busca ativa com os militares veteranos por contato telefônico para orientações e prescrições médicas;
- Inspeções sanitárias nas instalações;
- Montagem de locais específicos para atendimento de militares com suspeita de COVID;
- Ativação de sala de situação específica para monitoramento dos casos;


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade