Publicidade

Estado de Minas LESTE DE MINAS

COVID-19: Ipatinga avalia reabrir cinemas e anuncia a volta às aulas

Prefeito Gustavo Nunes (PSL) autorizou a volta às aulas e estuda a possibilidade de reabrir as salas de cinema, fechadas desde março de 2020


26/01/2021 19:34 - atualizado 26/01/2021 19:59

(foto: O prefeito Gustavo Nunes (máscara preta); o secretário de Saúde, Juliano Nogueira; e o secretário de Educação, Sérgio Mendes, mostrando o plano para a volta às aulas)
(foto: O prefeito Gustavo Nunes (máscara preta); o secretário de Saúde, Juliano Nogueira; e o secretário de Educação, Sérgio Mendes, mostrando o plano para a volta às aulas)
Desde que saiu do Plano Minas Consciente, na sexta-feira (22/01), Ipatinga está adotando medidas sob a responsabilidade o poder executivo para o controle da pandemia do novo coronavírus. O prefeito Gustavo Nunes (PSL) já decidiu pela volta às aulas e estuda a possibilidade de reabrir as salas de cinema do Shopping do Vale do Aço, fechadas desde março de 2020.

O controle da pandemia tem apresentado bons resultados, segundo o secretário de Saúde, Juliano Nogueira. Ele explicou que nos primeiros dias do ano, Ipatinga chegou a um colapso no atendimento dos casos de COVID-19. 

Ele disse que a situação mudou e atribuiu as mudanças às ações conjuntas do governo municipal, que segundo ele, contornaram os índices alarmantes. A taxa de ocupação dos leitos, que se encontrava em quase 100%, hoje apresenta uma média de 60%, informou o secretário. 

O retorno às aulas presenciais nos estabelecimentos de ensino públicos e privados também está autorizado, desde que todos cumpram os protocolos sanitários especificados no decreto municipal publicado na sexta-feira (22/1). 

O secretário de Educação, Sérgio Mendes, comunicou que foi elaborado o Plano Municipal de Volta às Aulas, que está sendo entregue a todos os diretores de escolas municipais. 

“Vamos garantir que nossos alunos e servidores da Educação retornem com segurança. Por isso criamos esse Plano, que deverá ser seguido por todas as unidades da rede de ensino”, disse. 

O calendário letivo do município prevê a abertura das escolas no dia 4 de fevereiro, com retorno dos professores em escalas de revezamento para apresentar e adaptar o formato híbrido, que promove uma conciliação entre o ensino semipresencial e propostas de ensino on-line. As aulas terão início no dia 22 de fevereiro.

“Estamos preparando o ambiente. Coletamos informações com a direção de cada escola, e manteremos o diálogo constante, para que de forma assertiva retomemos a volta gradativa dos nossos alunos as escolas”, disse.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade