Publicidade

Estado de Minas HOMICÍDIO EM BH

Suspeito de atuar como falso advogado é morto a tiros no Barreiro

Homem de 29 anos levou cinco tiros; motivação do crime ainda é desconhecida


26/01/2021 09:02 - atualizado 26/01/2021 12:43

Vítima levou cinco tiros; motivação do crime ainda é desconhecida(foto: Creative Commons)
Vítima levou cinco tiros; motivação do crime ainda é desconhecida (foto: Creative Commons)
Um homem de 29 anos foi morto a tiros Região do Barreiro na noite dessa segunda-feira (25/1). O crime ocorreu na Avenida Perimetral II, no Vale do Jatobá. 

Segundo informações do boletim de ocorrência, Nathan Luiz Sant'Anna Estêvão levou cinco tiros - três nas costas, um na cabeça e um na mão esquerda.

Testemunhas disseram aos militares que os disparos foram feitos por duas pessoas que chegaram ao local de moto. Após o homicídio, a dupla teria seguido rumo ao Conjunto Vale do Jatobá. A motivação do assassinato ainda é desconhecida. 

De acordo com a PM, Natan era dono de extensa ficha criminal, com ao menos cinco passagens por estelionato. Parentes e vizinhos relataram que ele estava montando um escritório de advocacia. 

Em seu site e nas redes sociais, onde acumulava mais de 20 mil seguidores, Estêvão se intitulava bacharel em direito e especialista em direito eleitoral. Porém, na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), ele aparece apenas com um registro de estagiário, cancelado em 2016.

Queixas registradas na Polícia Civil (PCMG) contra o rapaz o acusam de atuar como advogado profissional e receber honorários advocatícios em o registro profisisonal, o que é proibido pela OAB e pode configurar os crimes de falsidade ideológica e estelionato. 

O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) no Bairro Gameleira, Região Oeste de BH. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade