Publicidade

Estado de Minas VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19

CoronaVac chega a Frutal, mas início da vacinação ainda não foi divulgado

Enquanto isso, novo decreto municipal, que passa a valer nesta sexta-feira, vai endurecer as regras de combate à COVID-19 na cidade


21/01/2021 17:57 - atualizado 21/01/2021 18:31

A secretária municipal de Saúde, Lamonise Ribeiro, e o prefeito Bruno Augusto mostram as primeiras doses da vacina(foto: Prefeitura de Frutal/Divulgação)
A secretária municipal de Saúde, Lamonise Ribeiro, e o prefeito Bruno Augusto mostram as primeiras doses da vacina (foto: Prefeitura de Frutal/Divulgação)
A vacina contra a COVID-19 chegou a Frutal, no Triângulo Mineiro, nessa quarta-feira (20/01), mas a Secretaria Municipal de Saúde ainda não divulgou dia, local e horário das primeiras aplicações. 
 
A cidade, que tem cerca de 60 mil habitantes, foi o terceiro município que mais recebeu doses do imunizante entre os 27 que compõem a macrorregião do Triângulo Sul e da Superintendência Regional de Saúde (SRS) – ficou atrás de Uberaba (sede da SRS) e Araxá.

As duas doses da vacina somam 1.112 unidades e imunizarão 556 pessoas do grupo prioritário. Segundo as diretrizes e protocolos da Secretaria de Estado da Saúde, nesta primeira etapa de vacinação serão imunizados em Frutal, prioritariamente, idosos das ILPIs e profissionais de saúde que atuam na linha de frente dos hospitais atendendo aos pacientes de COVID-19, em alas específicas como ambulatórios, Pronto Socorro e enfermarias.
 
O prefeito de Frutal, Bruno Augusto de Jesus Ferreira, lamentou que os insumos necessários para a produção da vacina estejam em falta, mas disse estar otimista com o pontapé inicial da vacinação na cidade.

“Não é possível que o município adquira a vacina por conta própria já que todo imunizante em solo brasileiro deve ser entregue para o Ministério da Saúde. Mesmo com o início da vacinação, cada um deve fazer sua parte e juntos sairemos vitoriosos”, considerou.
 
Segundo a secretária municipal de Saúde, Lamonise Ribeiro, é um momento de muita emoção ver uma luz no fim do túnel: “Nossa vontade é imunizar um número cada vez maior de profissionais de saúde e da população em geral, mesmo sabendo que o processo será um pouco mais lento do que gostaríamos. Temos que ver as coisas com otimismo e com a confiança de que muito em breve estaremos livres dessa doença”.
 

Comitê endurece as regras 

 
Para tentar conter o aumento dos casos da doença na cidade neste início de ano, o Comitê Técnico de Enfrentamento à COVID-19 determinou um novo decreto municipal.

De acordo com o decreto nº 11.739, publicado em 19 de janeiro de 2021, fica estabelecido que a partir desta sexta-feira (22/1), deverá haver controle de entrada e aferição de temperatura em templos religiosos, agências bancárias e academias.
 
Além disso, a entrada de pessoas em locais públicos e privados ficará limitada ao máximo de 100 pessoas, sendo que cada cidadão precisa ficar a uma distância mínima de pelo menos quatro metros um do outro. 
 
Já restaurantes, bares, lanchonetes pizzarias, lojas de conveniência, cafeterias, sorveterias, docerias, padarias, disk bebidas durante todos os dias da semana só poderão funcionar das 5h às 22h. Não haverá restrições de horário para trabalhos internos e serviços de entrega. Contudo, após as 22h não será permitida a venda de bebidas alcoólicas nem mesmo por delivery.
 
As mesas nesses locais devem respeitar a distância de pelo menos dois metros uma da outra. E a ocupação máxima de cada mesa deverá ser de até quatro pessoas. 
 
Também ficam proibidos shows ao vivo e a utilização de cardápios de uso coletivo. Com base no Poder de Polícia, a Administração Pública poderá promover o isolamento de praças e locais públicos onde esteja ocorrendo aglomerações. 
 
O descumprimento poderá acarretar na aplicação de multas e punições cíveis e criminais. Essas medidas começam a valer no dia 22 de janeiro e permanecerão vigentes pelos próximos 15 dias.
 
 

Mais de 70 mortes por COVID-19

 
A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou nesta quinta-feira (21), que 38 novos casos de COVID-19 foram registrados nas últimas 24h em Frutal.

Conforme o último boletim epidemiológico, o número de infectados pela doença na cidade chegou a 2.767 pessoas, sendo que destes 2.576 estão recuperados e 346 em monitoramento domiciliar.

Com relação às mortes pelo novo coronavírus, foram confirmadas 74.

E no que diz respeito aos internados, três pessoas estão em leitos de UTI e 3 em leitos clínicos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade