Publicidade

Estado de Minas LESTE DE MINAS

Valadares deixa o Minas Consciente e vai decidir sobre abertura do comércio

Decisão foi anunciada em meio a manifestação que pedia a reabertura das academias de ginástica. Decreto com flexibilização será publicado até no fim da semana


18/01/2021 19:10 - atualizado 18/01/2021 20:00

A manifestação, com gritos de
A manifestação, com gritos de "queremos trabalhar" e apitaço, aconteceu no momento em que o prefeito André Merlo decidia pela autonomia para flexibilizar as atividades econômicas (foto: Tim Filho)
“Queremos trabalhar, queremos trabalhar!” Esse era o grito de dezenas de profissionais de educação física e trabalhadores das academias de ginástica e musculação, alternado com silvos de apito, em frente ao prédio da Prefeitura de Governador Valadares. A manifestação aconteceu na manhã desta segunda-feira (18/1).
 
A ordem dos líderes do protesto era fazer barulho para que todos fossem ouvidos pelo prefeito. O prefeito  André Merlo ouviu, claro. Ele estava na sala de reuniões que fica com as janelas viradas para os jardins da prefeitura, onde acontecia a manifestação.

Mesmo com o apitaço e o clamor dos profissionais, a reunião transcorreu tranquilamente, sem que os manifestantes soubessem que na sala estava sendo planejada, naquele momento, a flexibilização desejada por eles. E outra novidade: a saída de Governador Valadares das rédeas do Plano Minas Consciente.

O promotor público Randal Biachini Marins, que participava da reunião, já havia informado ao prefeito André Merlo que, por uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), a autonomia para gerir o funcionamento do comércio e outras atividades econômicas passava a ser da prefeitura.
 
Mas, para colocar em prática a autonomia, ficou decidido que a prefeitura vai analisar, juntamente com o Ministério Público e os profissionais da saúde, as alternativas para "flexibilizar o funcionamento dos setores de forma consciente, para que possamos salvar vidas e preservar a economia", conforme afirmou Merlo.

“Sempre trabalhamos para equilibrar saúde e economia e vamos continuar com este comportamento. Vamos traçar novas estratégias com mais autonomia para continuar com ações de prevenção e combate ao novo coronavírus bem como o funcionamento do comércio com restrições. Acredito que até o fim da semana publicaremos um decreto com novas determinações”, disse o prefeito.

Para acalmar os ânimos, o chefe de gabinete do prefeito, André Zãn, desceu e foi até os líderes da manifestação entregar uma nota com o resumo da reunião, informando que as providências para que todos trabalhem já estavam sendo tomadas. Outras categorias, como os profissionais dos salão de beleza, bares e restaurantes, também poderão trabalhar em breve, conforme informou a prefeitura.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade