Publicidade

Estado de Minas INVESTIGAÇÃO

Polícia Civil recupera cerca de 100 cabeças de gado roubadas na Grande BH

Investigações continuam para deter envolvidos nos roubos em Esmeraldas, Curvelo e Abaeté; um homem foi preso


14/01/2021 17:55 - atualizado 14/01/2021 19:00

Coletiva de imprensa nesta quinta-feira (14/01). Na foto, os delegados José Luiz Quintão e César Matoso (foto: Youtube/Reprodução)
Coletiva de imprensa nesta quinta-feira (14/01). Na foto, os delegados José Luiz Quintão e César Matoso (foto: Youtube/Reprodução)
Cerca de 100 cabeças de gado foram recuperadas em operação da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) na tarde desta quinta-feira (14/01) em uma fazenda na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Os roubos ocorreram na Grande BH, na Região Central e Centro-Oeste de Minas Gerais. Informações foram repassadas em coletiva de imprensa.

De acordo com a corporação, desde o início da semana, policiais monitoravam a entrada e saída de caminhões de uma fazenda em Ribeirão das Neves.

Durante a madrugada, a corporação fez a prisão em flagrante do responsável pela propriedade que mantinha os animais roubados. Alguns deles foram abatidos e comercializados em mercado clandestino.

 O número de cabeças recuperadas ainda está sendo contabilizada. Isso porque muitos animais foram escondidos em mata e outros morreram ou se feriram ao serem transportados em um caminhão com capacidade inferior à quantidade de animais embarcada no veículo.

Delegados explicaram que vítimas da quadrilha reconheceram parte dos animais. Até o momento, foram identificadas vítimas de Esmeraldas, Curvelo e Abaeté.

A polícia continua a investigação para a identificação de outros membros da quadrilha. Participaram da ação a Delegacia Especializada em Investigação e Repressão a Crimes Rurais e a Delegacia da Polícia Civil de Curvelo.

Mais informações serão reveladas posteriormente para não prejudicar as ações policiais. O homem preso nesta madrugada pode responder por receptação qualificada.

 Terror


Era ainda noite de segunda-feira (28/12/2020), quando a casa da fazenda foi invadida por três homens, armados de revólveres. Todos os integrantes da fazenda foram levados para um dos cômodos, onde passaram a ser ameaçados para que não reagissem.

 Enquanto isso, no curral, outros integrantes do grupo agiam, colocando as cabeças de gado em caminhões. Era por volta das 5h, quando os ladrões fugiram. 30 cabeças de gado foram levadas. (Com informações de Ivan Drummond)


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade