Publicidade

Estado de Minas AVANÇO

São Tomé das Letras registra mais um caso positivo de COVID-19

Município também somou mais cinco registros suspeitos; prefeito empossado gravou vídeo para alertar a população sobre o avanço da doença na cidade


06/01/2021 20:07 - atualizado 06/01/2021 21:03

Prefeito grava vídeo para pedir ajuda da população no combate à COVID-19(foto: Ascom/divulgação)
Prefeito grava vídeo para pedir ajuda da população no combate à COVID-19 (foto: Ascom/divulgação)
A Prefeitura de São Tomé das Letras, no Sul de Minas, está preocupada com o avanço da COVID-19 na cidade. O município divulgou nesta quarta-feira (6/1) mais um caso positivo do novo coronavírus e outros cinco suspeitos. O município soma três casos confirmados e 22 suspeitos.

 

O prefeito empossado, Tomé Reis Alvarenga (MDB), gravou um vídeo para alertar a população sobre o avanço da doença na cidade.

 

 “É o primeiro vídeo gravado após a posse. Em um momento com muitas dificuldades. Em um período de transição e já estamos aí enfrentando problemas com aglomerações, que foram permitidas em novembro e em dezembro do ano passado. Onde foi feito um trabalho, no início, de contenção. Fomos as últimas cidades do país a ter casos de coronavírus”, ressalta prefeito.

 

De acordo com a prefeitura, a nova vítima de COVID-19 é uma mulher. “Com muita tristeza, confirmamos mais um caso, de uma moradora. Uma pessoa jovem”, afirma.

 

São Tomé das Letras soma três casos confirmados e 22 suspeitos. “A realidade é que temos casos positivos. Pelo que está aparecendo, não vamos ficar apenas com um ou dois casos. Não queremos tomar medidas mais drásticas de fechar a cidade, então, precisamos que cada um faça a sua parte e contamos com o apoio da população, que agora, a única maneira que temos é evitar o contagio”, diz.

 
Chegada da COVID-19

 

A cidade chegou a ganhar fama de segura em relação à COVID-19 depois de ficar quase oito meses fechada para turistas. Mas caiu em um impasse, em outubro do ano passado, quando empresários da cidade conseguiram uma liminar determinando a reabertura.

 

A prefeitura chegou a recorrer da decisão da Justiça, mas o documento voltou a valer. O primeiro caso registrado foi confirmado 20 dias depois desse impasse. No primeiro momento, a prefeitura publicou um decreto proibindo excursões na cidade e os pontos turísticos ficaram fechados. Hotéis e pousadas receberam apenas 20% da capacidade de lotação permitida e os visitantes precisam comprovar hospedagem com as regras estipuladas pela Central COVID-19.

 

Mas houve flexibilização e o documento passou a permitir pontos turísticos, campings e hostels. A prefeitura também aumentou a capacidade desses estabelecimentos para 30%. “Estamos preparando um novo decreto, mas esperamos que cada uma faça sua parte”, completa prefeito.

 

Combate

 

O prefeito anunciou que o decreto está sendo feito pelo novo Gabinete de Crise criado para articular resoluções e estratégias de combate à pandemia do novo coronavírus. “O novo Gabinete de Crise já foi nomeado e fará a primeira reunião nesta quinta-feira (7/1), na parte da manhã, para discutir sobre a regulamentação da nova Lei aprovada na Câmara Municipal”, afirma.

 

Segundo o prefeito, após o novo decreto, a fiscalização deverá funcionar efetivamente, inclusive com aplicação das sanções previstas. “Tais medidas se fazem necessárias diante das atualizações dos últimos boletins do Município. Preservar nosso povo continua sendo prioridade dessa gestão’,

 

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade