Publicidade

Estado de Minas CRUELDADE

Menina de 12 anos é sequestrada e estuprada por dois homens em Uberaba

Mais de 10 horas após o desaparecimento, vítima foi localizada pelos seus pais em estado de choque, nas proximidades de sua casa


28/12/2020 12:39 - atualizado 28/12/2020 13:18

A Delegacia de Orientação e Proteção à Família de Uberaba investiga o crime(foto: PCMG/Divulgação)
A Delegacia de Orientação e Proteção à Família de Uberaba investiga o crime (foto: PCMG/Divulgação)
A Polícia de Uberaba, no Triângulo Mineiro, procura por dois suspeitos que sequestraram e estupraram uma menina de 12 anos. O crime aconteceu durante a madrugada deste sábado (26/12), em uma residência do município. A menor foi encontrada em estado de choque e aos prantos perto de sua casa, por volta das 16h deste sábado. 

Os pais da garota haviam denunciado o desaparecimento à PM por volta das 4h da manhã de sábado. Ainda de acordo com o registro da PM, inicialmente a menina foi abordada pelos dois homens na porta de sua casa, onde estava sozinha por volta da 1h30.

Segundo o relato dos militares, fingindo pedir uma informação, a dupla, que estava dentro de um veículo de passeio, chamou a vítima para perto e depois a obrigaram a entrar no carro, a levando para uma residência, provavelmente situada no Bairro Tutunas. 

No local, a vítima contou que os dois suspeitos mantiveram relações sexuais com ela e ainda fizeram ameaças de morte caso fossem descobertos pelo crime. A vítima relatou também que um dos autores era negro e aparentava ter 30 anos. Já outro, de pele parda, devia ter cerca de 18 anos.
 
Após praticarem o crime, ainda conforme a PM, os suspeitos deixaram a vítima na Avenida João Dallacqua, Bairro Beija Flor, mas ela não soube precisar o horário exato. Disse que foi para uma padaria, onde ganhou um pão, pois estava sem dinheiro. Depois seguiu para a sua casa, no Bairro Morumbi. 
 
Após registrar ocorrência por desaparecimento, os pais da garota a localizaram nas proximidades de sua residência. Ela chorava muito o seu estado era de choque.

A vítima não apresentava lesões aparentes pelo corpo. Entretanto, segundo a PM, ela foi levada para atendimento médico no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM).
 
De posse do registro policial e do depoimento da vítima, entre outras informações, a Delegacia de Orientação e Proteção à Família de Uberaba investiga o crime.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade