Publicidade

Estado de Minas TURISMO

Parque Estadual do Ibitipoca, em Minas, suspende visitas de turistas

Comerciantes e donos de pousadas preveem prejuízos com evasão de hóspedes


24/12/2020 18:48 - atualizado 24/12/2020 19:42

Parque Estadual do Ibitipoca reabriu no último dia 30 de setembro(foto: Marcos Alfredo)
Parque Estadual do Ibitipoca reabriu no último dia 30 de setembro (foto: Marcos Alfredo)
O Instituto Estadual de Florestas (IEF) comunicou, na tarde desta quinta-feira (24), o fechamento do Parque Estadual do Ibitipoca a partir de sexta-feira (25). A unidade de conservação, localizada em Lima Duarte, na Zona da Mata, reabriu para visitas no dia 30 de setembro. Donos de pousadas e comerciantes amargam prejuízos e reclamam da falta de comprometimento.

Em nota publicada nas redes sociais, o IEF relata que a medida segue as determinações e normas técnicas do Comitê Extraordinário COVID-19. Já que, 8 das 14 macrorregiões do Estado se encontram na Onda Vermelha do Programa Minas Consciente, do governo de Minas. São elas: Jequitinhonha, Leste, Leste do Sul, Nordeste, Vale do Aço, Sudeste, Centro-Sul e Sul.

A Onda Vermelha é a mais restritiva do Minas Consciente, somente os serviços considerados essenciais são permitidos, como, por exemplo, supermercados, farmácias e bancos.

O Parque Estadual do Ibitipoca ficou fechado desde o início da pandemia, em 18 de março deste ano, e só reabriu aos turistas no dia 30 de setembro.

Prejuízo no setor de turismo


De acordo com proprietários de pousadas, o aviso de última hora pode trazer transtornos aos visitantes e à economia local. 

O proprietário da Pousada Janela do Céu, César de Souza, conta que vem cumprindo todos os protocolos para evitar a contaminação pelo novo coronavírus. Com a notícia recebida nesta tarde, ele prevê um grande prejuízo, pois já tinha recebido reservas para o final de semana e para o Réveillon. “É um total descaso com a gente, já tenho hóspedes indo embora e outros ligando para cancelar as reservas. Já estávamos trabalhando com 50% da capacidade - como pede o protocolo, e agora deve cair para 20%. Ficamos 7 meses parados, sem trabalhar e investimos muito dinheiro para seguir todas as normas, e agora, somos prejudicados novamente por um governo que não tem planejamento e, também, por causa de pessoas sem comprometimento”, desabafa.

No ramo há 27 anos, César relata que voltou a funcionar há dois meses com apenas um empregado, pois precisou dispensar outros quatro. “Trabalho das 7h da manhã até às 10h da noite, às vezes nem almoço. É muito difícil. Para se ter ideia, eu mando lavar - a quente - o jogo de cama em Juiz de Fora e pago o triplo, seguindo à risca os protocolos para a pousada funcionar e, de repente, recebo essa notícia. É uma falta de respeito com os hóspedes e com a gente”, explica.

O Parque Estadual do Ibitipoca será fechado na sexta-feira (25), sem data prevista para reabertura. A unidade de conservação foi criada há 47 anos e é a mais visitada de Minas Gerais. No ano passado, a unidade recebeu cerca de 100 mil turistas e arrecadou em torno de R$1,8 milhão.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade