Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

COVID-19: Alfenas compra 200 mil doses de vacina do Instituto Butantan

Prefeitura montou até plano de vacinação, mas depende da liberação da vacina e autorização da Anvisa; inicialmente, moradores serão vacinados em casa


15/12/2020 11:16 - atualizado 15/12/2020 11:39

Alfenas deve receber 200 mil doses de vacina do Instituto Butantã(foto: Gilson Leite/divulgação)
Alfenas deve receber 200 mil doses de vacina do Instituto Butantã (foto: Gilson Leite/divulgação)
A Prefeitura de Alfenas, no Sul de Minas, assinou contrato com Instituto Butantan para aquisição de 200 mil doses de vacina contra a COVID-19. A prefeitura já montou o plano de vacinação, mas tudo depende da liberação da vacina e autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

 

De acordo com a prefeitura, 200 mil doses de vacina do Instituto Butantan contra o novo coronavírus foram compradas. “São duas doses por pessoa, somos 80 mil habitantes, mais população flutuante, chegamos a 100 mil. Quando soubemos que o Instituto Butantã estava fazendo parceria para produzir vacina contra o coronavírus, já ficamos atentos e fizemos contatos. Recentemente, eles nos solicitaram planos e justificativas para a compra da vacina. E assim fizemos e continuamos nos mantendo em contato. Até que conseguimos fazer a compra prévia da vacina.”, explica Luiz Antônio da Silva, prefeito de Alfenas.

 

Acordo para a compra das vacinas foi feito na última quinta-feira (10/12)(foto: Ascom/divulgação )
Acordo para a compra das vacinas foi feito na última quinta-feira (10/12) (foto: Ascom/divulgação )
Alfenas soma 2356 casos de COVID-19, sendo 62 mortes confirmadas pela doença. A cidade vem registrando alta de infectados e o caso preocupa a administração municipal. Em outubro, os dados saltaram mais de 100%. E de lá pra cá, o município acumula mais de mil registros. “Todo dinheiro de nossa cidade não vale mais do que uma única vida que a gente salve”, diz.

 

A prefeitura já montou até o plano de vacinação. “Assim que o Instituto disponibilizar, nos buscaremos as unidades. Já temos o plano de vacinação. Vamos vacinar nos locais de trabalho, vamos enviar aos hospitais e vamos vacinar nas casas. Já temos experiência, pois assim fizemos durante a pandemia, com a vacina contra a grupe. E funcionou muito bom. Então, a vacinação será feita nas casas das pessoas e só depois nos postos de saúde”, afirma.

 

Mesmo com o contrato assinado, o prefeito alerta a população sobre os cuidados que devem ser tomados até que a vacina esteja liberada. “Precisamos lutar ainda muito contra esse terrível inimigo que já matou mais de 1 milhão de pessoas. É preciso ainda usar mascara, não aglomerar, e higienizar as mãos. Venceremos, mas temos um caminho longo a percorrer”, finaliza.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade