Publicidade

Estado de Minas PREVISÃO DO TEMPO

BH tem o ano mais chuvoso desde 2009; alerta é de mais tempestade

Defesa Civil recomenda cuidados com o risco de deslizamentos. Inmet avisa que a capital pode alcançar maiores registos de precipitação em toda série histórica


07/12/2020 14:58 - atualizado 07/12/2020 15:23

Defesa Civil de BH alerta para risco de mais chuvas fortes, com raios e rajadas de vento(foto: Leandro Couri/EM/D.A. Press)
Defesa Civil de BH alerta para risco de mais chuvas fortes, com raios e rajadas de vento (foto: Leandro Couri/EM/D.A. Press)

Uma mudança climática pode causar transtornos nas cidades. A Defesa Civil de Belo Horizonte divulgou nesta segunda-feira (7/12) uma previsão do tempo especial por causa das instabilidades que atuam sobre a Região Central do estado e pede que a população fique atenta aos cuidados preventivos.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a capital registrou nos primeiros seis dias de dezembro um acumulado de precipitação de 43,8 milímetros. A média climatológica é de 358,9 mm, portanto, já choveu 12,1% do esperado para dezembro.

“Até agora o acumulado anual é de 2.092,8 mm, e desde de 2009 que não temos um ano tão chuvoso na capital mineira, que foi de 2151,5 mm. Se as chuvas chegarem ou superarem a média mensal teremos o ano mais chuvoso em toda a série histórica e ultrapassaremos o ano de 1985 que foi de 2.266,3 mm”, informou o Inmet.

O padrão atual da atmosfera e o indicativo de formação da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) indica risco de tempestades(foto: Defesa Civil de BH)
O padrão atual da atmosfera e o indicativo de formação da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) indica risco de tempestades (foto: Defesa Civil de BH)


E a cidade continua sob risco de chuvas fortes, raios e rajadas de vento acima de 50 km/h nos próximos cinco cinco dias por causa do padrão atual da atmosfera e o indicativo de formação da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS).

O volume de chuva esperado para o período pode variar entre 150 e 200 milímetros, segundo a Defesa Civil de BH.

Devido ao tempo chuvoso dos últimos dias e a tendência de mais precipitações, o órgão municipal recomenda atenção no grau de saturação do solo e nos sinais construtivos, em especial nos locais de maior exposição.

Um alerta de risco geológico foi emitido e vale até 8h de terça-feira (8/12), podendo ser estendido com o decorrer do tempo.

Em Minas Gerais

De acordo com o Inmet, as condições meteorológicas continuam favoráveis ao tempo chuvoso em Minas Gerais, em virtude da atuação de uma frente fria no Oceano Atlântico, aliado a uma área de baixa pressão sobre o continente e ao direcionamento do canal de umidade da Amazônia para o Brasil Central e Sudeste, que possibilita a geração de fortes áreas de instabilidade sobre todas as regiões mineiras.

Para esta segunda-feira (7/12), a previsão é de chuvas com moderada a forte intensidade, acompanhadas de rajadas de vento e raios, durante a qualquer hora do dia, principalmente no setor Centro-Sul e Oeste mineiro.

Na terça-feira (8/12), o céu fica encoberto com pancadas de chuva e trovoadas isoladas no Noroeste, Central Mineira, Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, Oeste, Sul/Sudoeste, Campo das Vertentes, Zona da Mata e Região Metropolitana de BH. Nas demais regiões, céu nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas.

As temperaturas máximas ficam amenas no estado, devido à alta concentração de nebulosidade. Esse quadro de instabilidade no tempo sobre o estado deve persistir ao longo da semana, segundo o Instituto.

Fique atento

  • Coloque calha no telhado da sua casa.
  • Conserte vazamentos em reservatórios e caixas-d'água.
  • Não jogue lixo ou entulho na encosta.
  • Não despeje esgoto nos barrancos.
  • Não faça queimadas.%u2800%u2800

Sinais de que deslizamentos podem acontecer:

  • Trinca nas paredes.
  • Água empoçando no quintal.
  • Portas e janelas emperrando.
  • Rachaduras no solo.
  • Água minando da base do barranco.
  • Inclinação de poste ou árvores.

Durante a chuva:%u2800

  • Redobre a sua atenção! Evite áreas de inundação e não trafegue em ruas sujeitas a alagamentos e próximos aos córregos e ribeirões no momento de forte chuva.
  • Não atravesse ruas alagadas ou deixe crianças brincando na enxurrada e nas águas dos córregos.
  • Não se abrigue nem estacione veículos debaixo de árvores.
  • Atenção especial em áreas de encostas e morros.
  • Jamais se aproxime de cabos elétricos rompidos. Ligue imediatamente para Cemig (116) ou Defesa Civil (199).
  • Se você observar o aparecimento de fendas, depressões no terreno, rachaduras nas paredes das casas e o surgimento de minas d’água avise imediatamente a Defesa Civil (199).
  • Em caso de raios: não permaneça em áreas abertas e altas, não use equipamentos elétricos.

(Fonte: Defesa Civil de Belo Horizonte)

Receba o alerta

Moradores de Belo Horizonte podem receber os alertas de risco de desastres naturais por SMS na plataforma 40199. O usuário de celular precisa se cadastrar para receber os alertas de chuvas fortes, granizo, tempestades, vendavais, alagamentos, risco de deslizamentos de terra e outros fenômenos meteorológicos.

Para se cadastrar, basta enviar uma mensagem de texto (SMS) com o CEP da sua rua para o número 40199 e uma mensagem de confirmação será enviada na sequência. O serviço não tem custo.

A divulgação de alertas é parte indispensável das ações preventivas e tem foco na mitigação dos riscos. A população também pode acompanhar os alertas e as recomendações da Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil por meio do Instagram, Twitter, Facebook e pelo canal público do Telegram no endereço “defesacivilbh”.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade