Publicidade

Estado de Minas UBERLÂNDIA

Padrasto de duas adolescentes é indiciado por violência sexual

Mãe das menores também foi enquadrada por crime de omissão


03/12/2020 17:50 - atualizado 03/12/2020 17:59

(foto: Prefeitura de Uberlândia/Divulgação )
(foto: Prefeitura de Uberlândia/Divulgação )
Um homem de 58 anos foi indiciado, nesta quinta-feira (3/12), pela delegada Lia Valechi, titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, por abuso sexual de suas duas enteadas, de 10 e 12 anos, respectivamente. A mãe das crianças teve instaurada a ação para destituição ou suspensão do poder familiar da mulher por negligência e omissão.


Segundo a delegada, em fevereiro deste ano uma das vítimas teria relatado à mãe sobre os abusos, mas a mulher não tomou qualquer providência contra o agressor.

O quadro, segundo ela, se agravou, pois em 21 de novembro, a menina de 12 anos flagrou o padrasto em atos libidinosos na presença da irmã. Ela pegou a irmã e a levou para a casa da vizinha, onde relatou o fato.

Segundo a delegada, a mãe das crianças foi comunicada do ocorrido e mais uma vez foi omissa. “O homem foi indiciado por estupro de vulnerável e satisfação da lascívia mediante presença de criança ou adolescente, e a mãe pelo estupro de vulnerável em sua forma omissiva imprópria ou comissiva por omissão, uma vez que, por lei, poderia e deveria agir para que os atos libidinosos não continuassem a existir, mas nada fez.”
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade