Publicidade

Estado de Minas ALÍVIO

PM empurrado de escada durante operação em BH recebe alta após 27 dias

Cabo José Ricardo foi saudado por outros militares na saída do hospital e escoltado por cerca de 20 viaturas até sua casa


01/12/2020 21:33 - atualizado 01/12/2020 22:57

Dezenas de militares aguardavam José Ricardo na porta do Hospital Felício Rocho, em BH(foto: Reprodução)
Dezenas de militares aguardavam José Ricardo na porta do Hospital Felício Rocho, em BH (foto: Reprodução)
O policial militar que foi empurrado durante uma perseguição na Vila Biquinhas, na Região Norte de BH, recebeu alta após ficar 27 dias internado, sendo a maior parte deles em estado grave. Lotado no 13º Batalhão, o cabo José Ricardo foi saudado por dezenas de militares na saída do hospital e foi escoltado por cerca de 20 viaturas até sua casa, onde fará o restante de sua recuperação

No dia 3 de novembro, o militar participava de uma operação na Vila Biquinhas. De acordo com a PM, José Ricardo foi empurrado por um suspeito de tráfico e caiu de uma altura de dois metros. O autor, de 19 anos, foi morto enquanto tentava escapar. De acordo com o boletim de ocorrência, o rapaz foi avistado com um revólver na mão, fazendo um movimento com o braço na direção das guarnições, que reagiram. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, o suspeito morto usava tornozeleira eletrônica e tinha pelo menos nove passagens por tráfico de drogas desde 2016, quando ainda era menor de idade.

José Ricardo, por sua vez, bateu a cabeça com força no chão, ficou inconsciente e chegou a ter convulsões. O cabo foi levado ao Hospital Risoleta Neves, em Venda Nova. Após um primeiro atendimento, ele precisou ser transferido para o João XXIII, onde deu entrada no bloco cirúrgico. Posteriormente, o militar foi levado ao Hospital Felício Rocho, na Região Centro-Sul da capital mineira. Ele passou por três cirurgias durante os últimos 27 dias.

Na saída do hospital, dezenas de militares perfilados saudaram José Ricardo, que estava ao lado da família no momento da alta médica. O cabo foi levado para casa escoltado por cerca de 20 viaturas. 

(Com informações de Cristiane Silva)


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade