Publicidade

Estado de Minas Investigação

Polícia Civil prende quadrilha de clonagem de carros no interior de Minas

Organização criminosa tem ramificações em Belo Horizonte e veículos eram enviados para São Domingos do Prata


29/11/2020 09:50 - atualizado 29/11/2020 13:40

Um dos veículos recuperados foi furtado no último dia 19 e já estava modificado(foto: PCMG/Divulgação)
Um dos veículos recuperados foi furtado no último dia 19 e já estava modificado (foto: PCMG/Divulgação)
Seis integrantes de uma quadrilha de clonagem de veículos foram presos pela Polícia Civil, neste sábado (28/11), em São Domingos do Prata, na Região Central de Minas. Com eles, sete carros foram apreendidos.

A delegada Izabella Menegassi, que coordenou a operação, conta=ou que a investigação teve início com denúncia anônima de que veículos clonados estavam rodando na cidade.

“Durante a semana, os investigadores realizaram diligências e monitoraram alguns desses veículos, confirmando, em alguns, a questão da propriedade. Diante das informações, acionamos um grupo de apoio com as delegacias regionais de João Monlevade e de Rio Piracicapa e ontem, nos deslocamos. No local, foi constatada a veracidade das denúncias. Além da adulteração, ao checar o registro do veículo original constatou-se que haviam impedimentos por furto ou roubo.”

Dois dos veículos furtados, segundo a delegada, tinham sido roubados no início de novembro. Os demais foram furtados ou roubados em Belo Horizonte e Região Metropolitana. “Um deles, o Toyota Corolla apreendido, foi furtado no último dia 19, sendo encontrado já modificado e vendido para um terceiro. Isso demonstra a força da organização, que é muito rápida para adulterar e colocar o produto a venda.”
 
Dos seis presos, quatro foram autuados em flagrante por receptação dolosa. Eles pagaram fiança e responderão pelos crimes em liberdade. Outros dois suspeitos foram autuados em flagrante por comercialização de produtos de crime e encaminhados para o sistema prisional.

As investigações apontaram o envolvimento de pelo menos mais três suspeitos em Belo Horizonte, onde a investigação se concentrará daqui em diante. O objetivo, segundo a delegada, é identificar todos os integrantes da organização criminosa.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade