Publicidade

Estado de Minas Bairro Ponte Alta

Defesa Civil de Betim conclui demolição do prédio que tombou

Órgão continuará no local para verificar se há riscos para a comunidade local


26/11/2020 18:04 - atualizado 26/11/2020 18:26

Prédio tombou na semana passada, causando susto na comunidade em volta do edifício(foto: Prefeitura de Betim/Divulgação)
Prédio tombou na semana passada, causando susto na comunidade em volta do edifício (foto: Prefeitura de Betim/Divulgação)
A Defesa Civil de Betim concluiu nesta quinta-feira (26/11) a demolição do prédio que tombou na rua Airton Senna, no bairro Ponte Alta, no município da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). O trabalho durou mais de 11 horas.
 
Na operação, foram usadas cinco máquinas e mais de 50 trabalhadores, que participaram diretamente dos trabalhos. Entre os envolvidos estavam Corpo de Bombeiros, SAMU, Guarda Municipal, Polícia Militar e Transbetim, além de vários setores da prefeitura. 
 
 
Superintendente da Defesa Civil de Betim, o coronel Walfrido de Assís Lopes afirmou que o órgão vai continuar monitorando a estrutura para ver se não há problemas: “Os trabalhos foram realizados conforme planejado. Nossa ideia era entrar com as máquinas, diminuindo os riscos para o colapso repentino do imóvel. Podemos ver que todo o imóvel foi demolido. Vamos fazer uma nova vistoria em seu interior para ver se há necessidade de mais alguma movimentação de máquinas”.

Ele lembrou todo o sofrimento das famílias que ficaram desalojadas no período em que o prédio estava sob riscos: “As máquinas permanecem estacionadas no local. Ainda teremos alguma atividade na parte da manhã, caso a Defesa Civil veja algum risco no solo. A gente até agradece a comunidade pela compreensão. Sabemos que tivemos transtornos, mas a prefeitura de Betim envolveu todos os órgãos para que o trabalho fosse feito com o mínimo de risco possível”.
 
De acordo com a prefeitura de Betim, o município contratou uma empresa para fazer a demolição do edifício. Os custos ficarão sob responsabilidade da Abrahim Hamza Construções Eireli, que executou a obra do imóvel. 

Nas primeiras horas desta sexta-feira (27/11), a Cemig, Copasa e a Defesa Civil estarão no local para restabelecimento da energia elétrica, hidráulica e vistoria para liberação do retorno das 15 famílias vizinhas atingidas. A Guarda Municipal permanecerá no local para garantir a segurança no entorno.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade