Publicidade

Estado de Minas PREOCUPAÇÃO

Tombamento de prédio alerta para sinais de desabamento em período chuvoso

De acordo com os bombeiros, trincas, fissuras, rachaduras e até mesmo portas e janelas com dificuldade para serem fechadas podem indicar problemas


25/11/2020 16:37 - atualizado 25/11/2020 17:16

Demolição do prédio deve ocorrer na quinta-feira (25)(foto: Edésio Ferreira/EM/DA PRESS)
Demolição do prédio deve ocorrer na quinta-feira (25) (foto: Edésio Ferreira/EM/DA PRESS)
O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais  emitiu uma alerta para os sinais de desabamento no período chuvoso. A medida veio depois do tombamento de prédio em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. 
 
Desde o dia 17 de novembro, um prédio de seis pavimentos tem assustado moradores do bairro Ponte Alta. Depois de fortes chuvas que atingiram a região, o Edifício In Cairo tombou, afundando um lado de suas bases.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e compareceu ao local, mas felizmente, a edificação estava na fase final de acabamento e não possuía moradores. Segundo a corporação, embora ainda não se saibam os motivos que levaram a construção a ceder, a chuva que atingiu a região, aliada a outros fatores, pode ter contribuído para o tombamento da edificação.

"A chegada do período chuvoso aciona a necessidade de vigilância redobrada aos sinais de desabamento de edificações e deslizamento de áreas de risco como encostas, barrancos, além de áreas em potencial de risco como margens de rios", informou os bombeiros.

Segundo a corporação, muitas tragédias poderiam ser evitadas e vidas poderiam ser poupadas se pessoas adotassem comportamentos adequados e não ignorassem os sinais que a edificação apresenta.

"Trincas, fissuras, rachaduras e até mesmo portas e janelas com dificuldade para serem fechadas podem indicar problemas na estrutura do edifício. Lajes e vigas são os pontos mais importantes de uma construção, por isso, sinais nesses locais, exigem maior cautela e uma postura preventiva evita fatalidades", informou.

Os deslizamentos, por sua vez, também apresentam sinais e, em geral, tem início a partir do rompimento de um determinado ponto da encosta, das condições da estabilidade e de equilíbrio dos materiais que constituem o terreno.

Ainda de acordo com os bombeiros, normalmente, são ocasionados por fatores da natureza e intervenção do homem no solo. É muito importante que os moradores dessas regiões fiquem atentos aos pequenos escorregamentos de terra e vegetação das encostas, e ao menor sinal de risco, deixem o local e procurem um abrigo.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade