Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS EM BH

COVID-19: Com 518 novos casos, BH registra mais uma alta na ocupação de leitos

Unidades de Terapia Intensiva estão com quase 40% das vagas preenchidas na capital. Taxa de transmissão se mantém em nível 'amarelo'


23/11/2020 19:29 - atualizado 23/11/2020 20:08

Belo Horizonte já registrou 1.614 mortes provocadas pela COVID-19(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Belo Horizonte já registrou 1.614 mortes provocadas pela COVID-19 (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Belo Horizonte registrou 518 novos casos de COVID-19 e quatro mortes entre o boletim divulgado na última sexta-feira (20) e o informe publicado nesta segunda-feira (23). Ao todo, a capital mineira tem 52.870 diagnósticos positivos para a doença e já constatou 1.614 vidas perdidas provocadas pelo coronavírus.

No boletim desta segunda, o que mais chamou a atenção foi o aumento na ocupação de leitos na capital mineira. De acordo com o informe, 39,5% das vagas de terapia intensiva estão com pacientes, enquanto a mesma taxa está em 37,1% em unidades de enfermaria. Na sexta, os números estavam em 37% e 34,2%. Na segunda passada, os índices estavam em 31,8% e 29,8%, respectivamente.

Apesar do aumento, os dois parâmetros permanecem na fase controlada, abaixo dos 50%. A prefeitura considera no índice a rede SUS e a suplementar.

Ocupação de leitos de terapia intensiva está próximo dos 40%(foto: Divulgação/PBH)
Ocupação de leitos de terapia intensiva está próximo dos 40% (foto: Divulgação/PBH)
Das 1.614 mortes, 895 foram de homens e 719 de mulheres. A maior parte das vidas perdidas foram de pessoas com idade superior a 60 anos, com 1.332 óbitos (82,5%). A Região Noroeste da capital segue sendo a localidade com o maior número de falecimentos por COVID-19, com 209, seguido pela Oeste, com 194. Há, ainda, 93 mortes sendo investigadas.

A taxa de transmissão, também conhecida como Rt, continua no mesmo índice que foi registrado no boletim de sexta, em 1,09. Ou seja, atualmente, 100 pessoas infectadas podem passar a doença para outras 109. A incidência de COVID-19 acumulada nos últimos 14 dias, por 100 mil habitantes, está em 88,9, longe dos 20 casos que delimitam a faixa de baixo risco, de acordo com órgãos de saúde.

Vale lembrar que a taxa de transmissão volta para a fase 'verde', ou seja, de controle, abaixo de 1.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade