Publicidade

Estado de Minas IRREGULAR

Condomínio corta árvores que 'atrapalhavam' câmera de segurança

Prefeitura diz que não recebeu denúncia e que é proibido retirar todos os galhos da árvore conforme código de postura e decreto ambiental. Infrator está sujeito a multas


23/11/2020 15:43 - atualizado 23/11/2020 16:25

Quatro árvores tiveram todos os seus galhos cortados(foto: Edésio Ferreira/DA Press-EM)
Quatro árvores tiveram todos os seus galhos cortados (foto: Edésio Ferreira/DA Press-EM)

Vizinhos de um prédio situado na rua Nunes Vieira com Teixeira de Freitas, no Bairro Santo Antônio, região Centro-Sul de Belo Horizonte, denunciaram possível corte ilegal de árvores. Segundo um morador que não se identificou, a "poda" ocorreu no domingo (22) para, supostamente, "evitar fiscalização da prefeitura."
Quatro árvores tiveram seus galhos suprimidos porque atrapalhavam a visibilidade das câmeras de segurança. Um carro foi roubado na garagem do prédio, o que teria levado o síndico a determinar o corte, já que as imagens não foram capturadas "devido à folhagem".
 
A Subsecretaria de Fiscalização da Prefeitura de Belo Horizonte informou que  não recebeu denúncia sobre poda irregular e que o cidadão pode registrar denúncias pelo App PBH ou portal de serviços (https://servicos.pbh.gov.br/).

Em nota, a prefeitura informou que de acordo com  código de posturas, lei 8.6161/03 e Decreto Municipal Ambiental 16.529/2016, "é proibido retirar todos os galhos da árvore (poda drástica), anelamento e qualquer intervenção sem a autorização do município. Em caso de descumprimento, o infrator está sujeito a multa."


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade