Publicidade

Estado de Minas TRADIÇÃO

Sabará: discreto, Festival da Jabuticaba começa este fim de semana

Começa neste sábado e vai até 13 de dezembro o Festival da Jabuticaba, em Sabará. A tradicional festa será realizada toda virtualmente sem as atrações musicais e exposições presenciais. Lives e divulgação dos produtores ocorrerão nos canais oficiais na internet


20/11/2020 14:54 - atualizado 20/11/2020 15:26

Tradicional festa da Jabuticaba não será igual este ano. Sabará não realizará eventos presenciais e evento será todo virtual(foto: Prefeitura de Sabará/Divulgação)
Tradicional festa da Jabuticaba não será igual este ano. Sabará não realizará eventos presenciais e evento será todo virtual (foto: Prefeitura de Sabará/Divulgação)
 
Devido a pandemia do novo coronavírus uma das mais tradicionais festas regionais vivenciará uma nova realidade este ano. O Festival da Jabuticaba, em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), teve que se enquadrar ao “novo normal” e começa neste sábado (21) e vai até 13 de Dezembro, em 23 dias de programação totalmente virtual
 
Sabará, tão acostumada a receber uma multidão para o festival, agora se adapta. Em 2019, cerca de 130 mil pessoas transitaram por dia na histórica cidade que teve três dias de festa. A última edição movimentou cerca de R$ 4,5 milhões.
 
 
Em função das medidas de distanciamento social, nenhuma atração musical nem as exposições serão de forma presencial. Mas para manter viva a tradição, escoar a produção e gerar uma alternativa de renda para os produtores de derivados da jabuticaba, a Associação dos Produtores de Derivados de Jabuticaba de Sabará (Asprodejas) optou por manter o festival de forma online. 
 
Cada uma das 23 produtoras associadas teve a parceria de um chef que apresentará uma live gastronômica, ensinando pratos da alta gastronomia feitos à base de algum produto de jabuticaba. Participam desse projeto, chefs conhecidos da gastronomia mineira como Flávio Trombino, Marcelo Paladino, Rosilene Campolina, Eloi Moreira, entre outros. As lives serão transmitidas pelos canais do Festival da Jabuticaba de Sabará no YouTube e no Instagram. Pelo site do evento, os espectadores poderão fazer contato com cada produtora e adquirir os derivados. Haverá também a indicação de locais para a compra da fruta in natura.
 
Para a presidente da Asprodejas, Meire Ribeiro, essa foi uma alternativa para a possibilidade de vendas. “O evento online será muito bacana, com várias receitas e queremos que todos possam replicá-las em casa. O festival online vai servir também como uma forma de divulgação dos produtos para que as produtoras consigam comercializá-los”, ressaltou Meire.
 
Todo material que será exibido nas lives foi gravado na Fazenda Arraial Velho, localizado próximo à Igreja de Santana, atração turística de Sabará, datada de 1747. A sede da fazenda traz a riqueza de uma construção centenária com paredes largas erguidas com pedras talhadas. 
 
O prefeito de Sabará, Wander Borges, lamentou que este ano a festa será discreta. “O nosso planejamento começa no ano anterior. Programamos um megaevento, mas em função da pandemia, tivemos que adiar. Neste ano atípico, essa foi uma das formas que encontramos de manter na memória as nossas tradições. Com o evento online, esperamos dar visibilidade às produtoras, para escoar a produção e também incentivar novos negócios”. 

Saudosismo

O festival do ano anterior é relembrado com saudosismo por quem trabalha com a gastronomia na cidade. A chef Gláucia Melo, 42 anos, é proprietária de um bistrô e, por causa da pandemia, tem oferecido seus pratos somente na forma de delivery. Ela conta que em 2019 chegou a trabalhar servindo pratos aos turistas por 16 horas por dia. “O movimento foi muito grande e olha que meu bistrô nem está no Centro. A gente vendeu muito, foram três dias de muito trabalho”.
 
Gláucia oferece um sanduíche de pão de queijo com blend de costelinha e chutney de jabuticaba com queijo do Serro. Ela acha que nesses dias de festival virtual as pessoas vão, sim, procurar experimentar os pratos criados pelos restaurantes, mas ressalta que haverá grande diferença dos anos anteriores. “A realidade dessa forma virtual é legal, o pessoal de casa vai ter uma novidade, mas pra gente que é dono de restaurante é muito diferente. Se fosse comparar com o ano passado, no primeiro dia de festival eu já teria vendido metade da minha produção”.
 
As transmissões poderão ser acompanhadas pelo canal.
 
Chefs renomados ensinarão por Lives o preparo de pratos requintados que tem a jabuticaba como ingrediente fundamental(foto: Prefeitura de Sabará/Divulgação)
Chefs renomados ensinarão por Lives o preparo de pratos requintados que tem a jabuticaba como ingrediente fundamental (foto: Prefeitura de Sabará/Divulgação)
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade