Publicidade

Estado de Minas PROTESTO

Três Corações recebeu mais de R$ 566 mil e ainda não liberou edital da Lei Aldir Blanc

Artistas se reuniram para um protesto em frente à Casa da Cultura para cobrar urgência da prefeitura; edital prevê apoio emergencial para o setor durante a pandemia do novo


19/11/2020 14:50 - atualizado 19/11/2020 15:33

Artistas afetados pela pandemia cobram agilidade da Prefeitura de Três Corações(foto: Reprodução Facebook)
Artistas afetados pela pandemia cobram agilidade da Prefeitura de Três Corações (foto: Reprodução Facebook)
Os artistas de Três Corações, no Sul de Minas, se reuniram para um protesto em frente à Casa da Cultura para cobrar agilidade da prefeitura da cidade na publicação do edital da Lei Aldir Blanc. O município recebeu a verba de mais de R$ 566 mil no fim do mês passado.

 

Cerca de 30 artistas, entre músicos, fotógrafos e da área de artesanato, cobraram urgência da prefeitura na liberação do edital da Lei Federal 14.017/2020, também conhecida como Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, que prevê ações emergenciais para o setor cultural durante o período da pandemia de COVID-19.

 

Artistas temem que a verba volte ao Governo Estadual(foto: Reprodução Facebook)
Artistas temem que a verba volte ao Governo Estadual (foto: Reprodução Facebook)
A prefeitura da cidade fez o pedido e recebeu verba de mais de R$ 566 mil. O valor foi depositado no dia 22 de outubro. Quase um mês depois, o edital ainda não foi publicado. A preocupação dos artistas é que o dinheiro seja devolvido ao Governo do Estado. Já que os municípios têm até 60 dias para a aplicação do recurso.

 

“A cobrança é porque a prefeitura tem até o dia 31 de dezembro para execução final dessa verba. O medo dos artistas é que esse dinheiro retorne e o setor fique ainda mais prejudicado”, diz Ronildo Prudente, artista.

 

Ronildo trabalha com a arte há 10 anos(foto: Reprodução Facebook)
Ronildo trabalha com a arte há 10 anos (foto: Reprodução Facebook)
Ronildo tem 52 anos, é ator, músico e conselheiro de Cultura de Três Corações. Há 10 anos, ele trabalha, exclusivamente, com a arte. “Estamos parados desde o começo da pandemia, é um dos setores que mais sofreu esse impacto”, completa.

Fase de avaliação  

De acordo com a Secretaria de Lazer e Cultura, o edital está em fase de avaliação. “A nossa secretaria está montando todos os procedimentos necessários. No dia 22 chegou a verba e começamos um novo trabalho, o trabalho do edital, que é um trabalho minucioso. Montamos o edital, mandamos pra nossa equipe de licitação, onde tem um corpo jurídico que avalia todo nosso edital. Além disso, tivemos que fazer decretos, porque é uma lei nova e nós não podemos correr o risco de errar, porque se erramos, quem somos punidos somos nós, administração e os próprios artistas" ", explica Renata Borges, secretária de Cultura.

 

Ainda segundo a secretária, foi preciso fazer a elaboração de uma lei orçamentária, enviada à Câmara Municipal e a prefeitura aguarda o posicionamento. A previsão é que o edital seja publicado na próxima quarta-feira (25).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade