Publicidade

Estado de Minas LUTO

Despedida do piloto Tunico Maciel emociona Lavras

Tunico Maciel, que faleceu em acidente no Rally dos Sertões, recebeu as últimas homenagens pelas ruas da cidade. Cortejo teve centenas de pessoas que seguiram com carros, motos e bikes com buzinas e sirenes ligadas


11/11/2020 11:48 - atualizado 11/11/2020 12:46

O corpo do piloto Tunico Maciel saiu no caminhão do Corpo de Bombeiros em cortejo pelas ruas de Lavras(foto: Mundo Press/Divulgação)
O corpo do piloto Tunico Maciel saiu no caminhão do Corpo de Bombeiros em cortejo pelas ruas de Lavras (foto: Mundo Press/Divulgação)
 
Um dos grandes nomes do motociclismo nacional, o piloto Antônio Luiz Maciel Filho, conhecido como Tunico Maciel, de 26 anos, recebeu as últimas homenagens na manhã desta quarta-feira (11), em Lavras, no Sul de Minas, sua terra natal. Ele faleceu na última segunda-feira (9) após acidente na prova da categoria motos do Rally dos Sertões 2020, no estado do Maranhão. 
 
A comoção foi grande em Lavras e familiares, amigos e a população se emocionaram com a perda do atleta. Pela manhã, o corpo saiu do Parque de Exposição e seguiu no caminhão do Corpo de Bombeiros, escoltado pela Polícia Militar, para o Cemitério São Miguel.

Centenas de pessoas acompanharam o cortejo de carro, bicicletas e motos. Como forma de homenageá-lo, buzinas e sirenes ecoaram durante todo o trajeto. No cemitério, somente os familiares puderam participar das últimas despedidas.
 
Tunico era destaque nos rallys, tinha nove anos de experiência e há seis integrava a equipe Honda. Acumulava 21 conquistas, era tetracampeão brasileiro de rally cross country e bicampeão do Rally dos Sertões. Além do sucesso no mundo off road, ele era graduado no curso de Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Lavras (Ufla). Era noivo e pretendia se casar em breve. 
 
Chefe da equipe Honda Racing, também lavrense, o piloto Dário Julio, o Darinho, lamentou a morte do amigo. “Não tenho palavras para descrever o que estou sentindo. Eu perdi um filho, um menino que conheci e vi que tinha potencial. Muito mais do que eu imaginava. Sobre o piloto Tunico, o que tenho a dizer é que ele foi muito dedicado, buscava sempre melhorar em tudo, um guerreiro, um campeão. Não foi à toa todos esses títulos conquistados na carreira. Sobre a pessoa Tunico, um cara apaixonado pela vida, família e amigos. Um garoto com um coração gigante, puramente verdadeiro, do qual eu tive a honra de conviver nos últimos cinco anos”.
 
Maior campeão das motos e companheiro de equipe de Tunico, Jean Azevedo, também ressaltou sua dor. “Não existem palavras para expressar a tristeza desse momento. Antes do excelente piloto que era, posso dizer que perdi um grande amigo. Tenho muito respeito e admiração pelo Tunico, tanto como pessoa quanto profissional. Meus sinceros sentimentos para toda a família. Vá com Deus, meu amigo.”
 

Acidente

O acidente ocorreu no último sábado (7), no final do Rally dos Sertões 2020, em etapa entre Bacabal e Barreirinhas, ambas no Maranhão, onde Tunico largou na frente. A queda ocorreu pouco antes da entrada especial na microrregião dos Lençóis Maranhenses. O piloto foi entubado logo nos primeiros atendimentos no local e levado por socorro aéreo para o Hospital UDI em São Luís, capital do Maranhão onde teve a morte confirmada dois dias depois.
Tunico Maciel tinha 26 anos e além de destaque no mundo off road era graduado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Lavras. (foto: Mundo Press/Divulgação)
Tunico Maciel tinha 26 anos e além de destaque no mundo off road era graduado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Lavras. (foto: Mundo Press/Divulgação)






receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade