Publicidade

Estado de Minas RENDA MINAS

Minas começa a pagar renda emergencial para famílias em extrema pobreza na próxima sexta

Primeira parcela será depositada aos beneficiários com os meses de outubro e novembro conjugados. Ao todo, 2,8 milhões de pessoas devem ser atendidas pelo programa


06/11/2020 12:52

De acordo com a Sedese, 2,8 milhões de pessoas no estado serão atendidas pela renda emergencial(foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)
De acordo com a Sedese, 2,8 milhões de pessoas no estado serão atendidas pela renda emergencial (foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)
A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social de Minas (Sedese) anunciou, nesta sexta-feira (6), que a primeira parcela da renda emergencial para famílias do estado em extrema pobreza será depositada na próxima sexta (13). Famílias com renda mensal, por pessoa, de até R$ 89 e inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) até 11 de julho de 2020 receberão auxílio de R$ 39 por pessoa.

De acordo com a Sedese, serão três parcelas do benefício, repassadas em dois pagamentos. Isso porque o primeiro depósito terá a junção das duas primeiras parcelas, referentes aos meses de outubro e novembro. O segundo corresponde ao mês de dezembro (veja o calendário completo no fim da matéria).

As parcelas serão depositadas por meio da Caixa. Quem tiver contas poupança e e simplificada poderá utilizar o cartão para movimentar o dinheiro. Os valores também poderão ser enviados pela poupança social digital, por meio do aplicativo Caixa Tem, mas, neste caso, os saques acompanharão o calendário do Auxílio Emergencial. No entanto, o recurso poderá ser utilizado para pagamentos de contas e compras on-line com o cartão virtual, assim que o dinheiro for disponibilizado.

Para quem não tiver conta na Caixa, a poupança digital será aberta individualmente para os beneficiários, de forma automática. Para isso, os dados do CadÚnico serão utilizados. Quem não tiver celular ou acesso à internet poderá sacar o benefício em agências da Caixa ou em lotéricas, apresentando documento com foto. Terá acesso ao dinheiro apenas o titular e responsável pela família.

Benefício


Para que as famílias saibam se estão elegíveis a receber o benefício, basta acessar www.rendaminas.mg.gov.br, fazendo a consulta por meio do CPF ou por meio do Número de Inscrição Social (NIS).

O valor utilizado como base no benefício é de R$ 39 e é multiplicado pelo total de pessoas cadastradas na família no CadÚnico. Por exemplo: uma família que possui três pessoas cadastradas no CadÚnico receberá R$ 117 em cada parcela. Neste caso, como são três pagamentos, o valor chegará a R$ 351.

Ao todo, cerca de 900 mil famílias cadastradas no CadÚnico serão atendidas, totalizando, de acordo com a Sedese, 2,8 milhões de pessoas.

Calendário


Mês de aniversário do responsável familiar / Data do primeiro pagamento (parcelas de outubro e novembro)

Janeiro - 13/11/2020 
Fevereiro - 16/11/2020
Março - 17/11/2020 
Abril - 18/11/2020
Maio - 19/11/2020 
Junho - 20/11/2020 
Julho - 23/11/2020
Agosto - 24/11/2020 
Setembro - 25/11/2020 
Outubro - 26/11/2020 
Novembro - 27/11/2020
Dezembro - 30/11/2020

3ª parcela (dezembro)

Janeiro - 07/12/2020 
Fevereiro - 08/12/2020
Março - 09/12/2020 
Abril - 10/12/2020
Maio - 11/12/2020 
Junho - 14/12/2020 
Julho - 15/12/2020
Agosto - 16/12/2020 
Setembro - 17/12/2020 
Outubro - 18/12/2020 
Novembro - 21/12/2020 
Dezembro - 22/12/2020


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade