Publicidade

Estado de Minas FINADOS

Ouro Preto: feriado prolongado aquece o turismo na cidade

Neste ano, cidade vai receber mais turistas que nos anos anteriores - o feriado prolongado e a onda verde contribuíram


30/10/2020 17:19 - atualizado 30/10/2020 18:31

Localizado no Centro histórico da cidade, hotel já está com capacidade máxima de lotação. Hotéis cheios refletem no comércio(foto: Foto: divulgação/Raimundo saraiva)
Localizado no Centro histórico da cidade, hotel já está com capacidade máxima de lotação. Hotéis cheios refletem no comércio (foto: Foto: divulgação/Raimundo saraiva)
O feriado prolongado no estado tem levado profissionais do setor turístico de Ouro Preto, na Região Central de Minas, a apostarem na cidade como destino de turistas. De acordo com o Presidente da Associação Comercial e Empresarial de Ouro Preto (Aceop), Paulo Raimundo Ferreira, o feriado de Finados não é uma data de opção de turismo. Ouro Preto. No entanto, o fato de cair na segunda-feira (2) e  a comemoração do Dia do Servidor Público ter sido transferido para essa sexta-feira, gerou um fim de semana prolongado e isso muda o cenário.


Com o hotel e a pousada lotados, o empresário Raimundo Saraiva diz que Finados nunca foi um feriado de movimento turístico. “Apesar de não ser um feriado de demanda para Ouro Preto como o carnaval, Semana Santa e 12 de outubro, com a Festa do 12, esse ano fiquei surpreso. Quando a hotelaria recebe muita gente, isso reflete no movimento do comércio, principalmente no comércio voltado para os turistas.”

Animada com o movimento nos finais de semana, a empresária Ione Pena, acredita que os dois feriados juntos vai atrair muitas pessoas de Belo Horizonte e Região Metropolitana. “Minha loja é dentro do Centro  histórico,  as pessoas que visitam a cidade gostam do artesanato em geral e esse tipo de produto tem grande saída, estou esperançosa”, conta.

Segundo Saraiva, tem dois fatores que contribuíram para o aumento da demanda nesse ano. “Primeiro, porque cai na segunda-feira, formando um feriado prolongado e, segundo, porque muitas pessoas têm se sentido presas dentro de casa por causa das medidas prolongadas de isolamento social, e, mesmo quem não tinha o costume de viajar, agora, só pelo psicológico, tem buscado roteiros internos no país.”

Segurança

Atendendo as medidas do plano Minas Consciente,  Ouro Preto entrou na onda verde no dia 14 de outubro  e por isso, muito serviços considerados não essenciais, como museus e bares, puderam abrir.  Segundo Paulo Raimundo, o feriado de Finados é o primeiro a receber os turitas após tanto tempo sem distração.

A pandemia da COVID-19 exige ainda mais atenção e cuidado no que se refere a serviços, higiene, limpeza e normativas. Atendendo as exigências de adequações, foram desenvolvidos novos padrões ainda mais rígidos. Os dois estabelecimentos hoteleiros do empresário estão funcionado com a capacidade de lotação de 50%. “Mesmo com as medidas protetivas de redução, o resultado foi positivo para esse feriado. Queremos atender com segurança e Ouro Preto continuar de braços abertos para os visitantes em qualquer época do ano."


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade