Publicidade

Estado de Minas Fim do sonho americano?

Voo com deportados chega ao aeroporto de Confins nesta sexta-feira (30)

Este é o vigésimo primeiro avião à desembarcar em Minas Gerais; em um ano já são mais de mil pessoas deportadas vindas dos Estados Unidos


30/10/2020 15:43 - atualizado 30/10/2020 16:11

Cerca de 51 brasileiros deportados dos Estados Unidos devem desembarcar nesta sexta-feira (30), no Aeroporto de Confins(foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)
Cerca de 51 brasileiros deportados dos Estados Unidos devem desembarcar nesta sexta-feira (30), no Aeroporto de Confins (foto: Edesio Ferreira/EM/D.A Press)
Nesta sexta-feira (30) chegam ao Aeroporto Internacional de Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, cerca de 51 brasileiros deportados vindos dos Estados Unidos. Em um ano, este já é o vigésimo primeiro voo a chegar em Minas Gerais com imigrantes ilegais

Segundo a BH Airport, que administra o aeroporto, a previsão é que o desembarque ocorra no início da tarde, por volta das 14h30. Desde outubro de 2019, mais de mil pessoas já retornaram ao estado nessa situação. O último voo trazendo deportados dos Estados Unidos pousou em Minas no dia 25 de setembro deste ano.
 

O desembarque do primeiro voo, em 2019, marcou a retomada de uma medida que não era aceita pelo Brasil desde 2006, quando o Itamaraty alterou a política de tratamento de brasileiros no exterior. Muitos deles que chegaram dos Estados Unidos em outros voos relataram terem sofrido maus-tratos.

Um brasileiro deportado, que não quis se identificar, disse que vários passaram fome durante o tempo em que ficaram presos. Homens, mulheres e crianças, de vários estados do país, desembarcaram apenas com a roupa do corpo, documentos e o dinheiro que conseguiram juntar da expulsão do país americano.

Eleição americana

A BBC News Brasil divulgou nesta quinta-feira (29) uma pesquisa sobre a intenção de votos dos brasileiros para a presidência dos Estados Unidos. De acordo com ela, 71% deles que vivem no país e possuem direito a voto dizem preferir o democrata Joe Biden, enquanto 27% optam pelo republicano Donald Trump, que concorre à reeleição.

O Instituto Ideia ouviu 800 brasileiros maiores de 16 anos, entre os dias 26 e 27 de outubro, nos Estados da Flórida, Virgínia, Maryland, New Jersey, Nova York, Massachusetts, Texas, Illinois e Califórnia, além do Distrito de Columbia, onde fica a capital do país, Washington D.C.. A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais.

Um fato curioso é que, entre os apoiadores do republicano, está um grupo surpreende: imigrantes brasileiros que entraram ou vivem ilegalmente nos Estados Unidos. Entre eles há, até mesmo, pessoas deportadas pela administração Trump, rigorosa com a política migratória do país. Em conversa com alguns deles, a correspondente da BBC News Brasil em Washington, Mariana Sanches, descobriu que esse grupo prioriza o estilo durão do republicano, sua agenda econômica e sua defesa do conservadorismo.
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie.  


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade