Publicidade

Estado de Minas RETOMADA AÉREA

Aeroporto de Confins volta a receber voos internacionais após mais de quatro meses

Último voo comercial regular ligando Belo Horizonte e Região Metropolitana ao exterior havia decolado na segunda quinzena de março


03/08/2020 08:59 - atualizado 03/08/2020 09:18

TAP voltou a fazer voos regulares para o Aeroporto Internacional de BH após mais de quatro meses(foto: Matheus Adler/EM/D.A Press)
TAP voltou a fazer voos regulares para o Aeroporto Internacional de BH após mais de quatro meses (foto: Matheus Adler/EM/D.A Press)
O setor aéreo começa a dar sinais de respiro após a crise causada pelo novo coronavírus. O Aeroporto de Confins, por exemplo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, voltou a receber nesta segunda-feira (3), voos internacionais regulares, algo que não acontecia desde a segunda quinzena de março, quando as empresas decidiram suspender rotas ligando a Grande BH ao exterior.

A primeira delas a praticar a suspensão foi a TAP Air Portugal, que faz a rota Confins/Lisboa. Mas, às 6h17 desta segunda, o hiato de mais de quatro meses chegou ao fim quando o voo de número 2575 pousou na pista do Aeroporto Internacional de BH, tendo como origem a capital portuguesa. O avião decola de volta para a Europa na quarta (5), às 19h10.

Antes da pandemia, os voos da TAP no Aeroporto Internacional de BH eram diários. Agora, a companhia portuguesa passa a operar no terminal duas vezes por semana, com decolagens às quartas e sábados e as chegadas às segundas e quintas. A recomendação da BH Airport, concessionária que administra o aeroporto, é de que os passageiros cheguem ao embarque internacional com antecedência, para evitar filas e aglomerações.

“A reabertura do terminal internacional é um passo importante para o aeroporto, que trabalha dia após dia em ações para combate e prevenção da doença. Além de mostrar a confiança da companhia aérea no nosso mercado e nas ações adotadas, repõe novamente Minas Gerais no mapa mundial da aviação dando opção direta para Europa e todas as conexões internacionais da TAP pelo mundo”, disse Clayton Begido, gestor de Conectividade e Aviação da BH Airport.

A concessionária também mantém conversas com a Azul Linhas Aéreas, que opera voos partindo do terminal para Buenos Aires, Fort Lauderdale e Orlando, além da Copa Airlines, detentora da rota para o Panamá. A Azul ainda não tem data para retomar viagens internacionais partindo de Confins, enquanto a Copa estima o retorno do voo ligando a capital e região à Cidade do Panamá a partir de 5 de outubro.

Segurança


A BH Airport informou que todas as orientações do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) são seguidas no terminal, como a notificação imediata de casos suspeitos de COVID-19 no aeroporto e a intensificação dos procedimentos de limpeza e desinfecção do desembarque internacional depois de cada voo.

A concessionária também destacou que durante o desembarque internacional é reforçado o aviso sonoro com informações de sintomas e medidas preventivas. As pessoas devem se apresentar espontaneamente caso haja algum indício da doença. A Anvisa acompanha o desembarque internacional para identificar possíveis casos suspeitos e fazer os encaminhamentos necessários.

Processo de suspensão


A TAP foi a primeira empresa a suspender rotas internacionais no Aeroporto de Confins. A medida começou a valer no dia 19 de março. Logo em seguida, a Azul anunciou a paralisação dos voos para Fort Lauderdale, Orlando e Buenos Aires, fazendo de Campinas o principal hub para voos com destino ao exterior. Por último, desde o dia 22 de março, a Copa parou as operações que ligavam a Grande BH à Cidade do Panamá.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade