Publicidade

Estado de Minas

PM reage a tentativa de assalto, atira e três suspeitos são detidos em BH

Policial voltava do trabalho quando foi surpreendida pelos assaltantes. Um deles foi baleado


28/10/2020 10:41

Policial voltava do trabalho quando foi cercada pelos assaltantes em uma rua do Bairro Canaã(foto: Reprodução da internet/Google Maps)
Policial voltava do trabalho quando foi cercada pelos assaltantes em uma rua do Bairro Canaã (foto: Reprodução da internet/Google Maps)


Uma tentativa de assalto a uma policial militar terminou com três suspeitos detidos, um deles baleado, na madrugada desta quarta-feira. O crime ocorreu no Bairro Canaã, na Região de Venda Nova, em Belo Horizonte. 

De acordo com a Polícia Militar (PM), a cabo voltava para casa após o turno de serviço quando o carro dela foi fechado por um Fiorino com quatro ocupantes. Três deles desembarcaram do compartimento de carga e anunciaram o assalto. 

A policial reagiu e atirou, atingindo um deles. Os homens fugiram. A militar chamou reforços e o rastreamento pelos suspeitos começou. No local do crime, perto da calçada, foi encontrado um revólver calibre 38 com seis munições. 

Algum tempo depois, os militares receberam a informação de que um homem baleado havia dado entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Vespasiano, na Grande BH, a pouco mais de 13 quilômetros do bairro onde o assalto ocorreu. No local, eles abordaram o suspeito de 19 anos, atingido por um disparo no braço direito. De acordo com a PM, ele acabou confessando o envolvimento na tentativa de assalto à policial. 

A partir daí, outros três suspeitos foram localizados. Um deles é um adolescente de 15 anos. Os outros têm 21 e 33 anos. O Fiorino pertence aos mais velho, segundo a polícia. Ele abandonou o furgão a um quilômetro de casa por falta de combustível. O veículo foi apreendido. 

O quarto envolvido no crime ainda não foi detido. A polícia teve acesso a imagens de câmeras de segurança de imóveis na rua onde ocorreu a tentativa de assalto, o que pode ajudar a identifica-lo e colaborar com as investigações.  O caso foi registrado na Primeira Delegacia de Polícia de Vespasiano. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade