Publicidade

Estado de Minas VEJA PROGRAMAÇÃO

Finados: cemitérios de BH preparam cultos on-line e vetam bancas de flores

Com reabertura autorizada para o Dia dos Mortos, não haverá restrições de tempo ou público, mas rigor sanitário


28/10/2020 04:00 - atualizado 28/10/2020 15:46

Nas necrópoles privadas, como o Parque Renascer, os cultos presenciais foram substituídos por celebrações transmitidas on-line(foto: Cemitério Parque Renascer/Divulgação)
Nas necrópoles privadas, como o Parque Renascer, os cultos presenciais foram substituídos por celebrações transmitidas on-line (foto: Cemitério Parque Renascer/Divulgação)
Não bastasse tirar mais de 150 mil vidas em todo o Brasil – quase 1.500 só em Belo Horizonte –, o novo coronavírus não poupou sequer o luto dos que perderam seus entes queridos. Impôs despedidas curtas, com público limitado, sem direito a velório e caixões muitas vezes fechados.
Sete meses após o início da pandemia, a população de BH terá, enfim, a chance de homenagear os mortos com um pouco mais de tranquilidade. Fechados à visitação desde 13 abril por força do decreto 17.298, cemitérios públicos e privados da capital abrirão as portas a visitantes neste feriado de Finados, na segunda-feira (2).

Na maioria das 20 necrópoles instaladas na capital e Região Metropolitana, as visitas não exigirão agendamento prévio, nem terão limite de tempo ou de pessoas por grupo. A prefeitura, no entanto, restringiu as homenagens ao dia 2. Até então, era praxe que elas começassem um dia antes.
 
Nos cemitérios municipais, a venda de flores, velas e coroas está suspensa, assim como as missas. “As barracas que tradicionalmente vendem esses artigos, neste ano foram vetadas, para evitar aglomerações. Quem quiser enfeitar os túmulos ou prestar algum tipo de tributo que envolva objetos vai ter que adquiri-los antes”, avisa Wellington Correa, diretor de necrópoles da Fundação de Parques e Zoobotânica.

O órgão é responsável pela administração dos quatro cemitérios públicos de BH: Da Paz (Bairro Alto Caiçara), Da Consolação (Bairro Jaqueline), Da Saudade (Bairro Saudade) e Bonfim (Bairro Bonfim).

Ainda segundo o dirigente, os visitantes também terão de levar água para consumo próprio, pois os bebedouros permanecerão lacrados. “Outra recomendação é que as pessoas façam visitas breves. Não fizemos limitações de tempo de permanência, confiando no bom senso da população. Mas fazemos esse pedido: permaneçam nas necrópoles o mínimo de tempo possível. E, quando estiveram por lá, mantenham o distanciamento de 1,5 metro recomendado pelas autoridades de saúde. A pandemia ainda não terminou”, alerta o gestor.

As regras estabelecidas pela PBH preveem, por fim, o uso de máscara obrigatório para todos, assim como a desinfecção das mãos com álcool em gel. O produto será disponibilizado gratuitamente.

No Saudade, os visitantes terão álcool em gel para sanitização das mãos, mas precisarão levar a própria água para consumo
No Saudade, os visitantes terão álcool em gel para sanitização das mãos, mas precisarão levar a própria água para consumo


Correa diz que, neste feriado a expectativa é de que menos pessoas compareçam aos cemitérios municipais em função da pandemia. “Ano passado, recebemos cerca de 80 mil visitantes. Neste ano, acredito que o volume deve ser menor, pois o público que costuma visitar os mortos é formado sobretudo por idosos, que são do grupo de risco. Acredito que muitos devem optar por prestar suas homenagens de casa mesmo. Se os mesmos 80 mil decidirem comparecer, no entanto, temos estrutura para recebê-los com segurança”, avalia.

De acordo com a PBH, juntos, os cemitérios municipais reúnem área de 726 mil metros quadrados e abrigam 103.738 sepulturas.

Cultos no YouTube

As necrópoles privadas divulgaram protocolos semelhantes aos do município, com alguns diferenciais. No cemitério Parque Renascer, situado em Contagem, Região Metropolitana, os cultos religiosos também foram suspensos, mas serão transmitidos ao vivo no canal da empresa no YouTube. Outro evento previsto na programação é a tradicional chuva de pétalas. “A flora e a lanchonete também vão funcionar, com todos os cuidados”, diz o gerente de marketing Vinícius Lopes. Com área de 180 mil metros quadrados, 19 mil sepultados e 10 mil cremados, o Parque Renascer vai funcionar das 7h às 17h.

Já no cemitério Bosque da Esperança, que fica no Bairro Jaqueline, Região Norte da capital, a chuva de pétalas foi cancelada, para evitar aglomerações. A missa campal foi mantida, mas foi gravada e será transmitida pela manhã e à tarde. A administração espera movimentação aproximada de mil pessoas.

REGRAS DE VISITAÇÃO

» Sem limite de tempo
» Sem limite de público
» Uso obrigatório de máscara
» Desinfecção das mãos com álcool em gel nas entradas
» Leve sua própria garrafa de água
» Flores, velas e coroas: compre antes de entrar no cemitério
» Missa: só on-line, nos cemitérios privados
» Horários de visitação: 8h às 17h, nos cemitérios municipais, e de 7h às 17h, nos demais espaços
» Evite visitas demoradas


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade