Publicidade

Estado de Minas PERIGO

Desabamento atinge cinco casas no Morro das Pedras, em BH; veja vídeo

Moradores foram retirados do local, pois existe o risco de novos desabamentos. Bombeiros e Defesa Civil Municipal foram acionados


23/10/2020 18:16 - atualizado 23/10/2020 19:40

Bombeiros fazem buscas(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A. Press)
Bombeiros fazem buscas (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A. Press)
Três casas desabaram e atingiram outras duas na tarde desta sexta-feira (23) no Bairro São Jorge III, Região Oeste de Belo Horizonte. De acordo com o Corpo de Bombeiros, não há vítimas, porém existem animais no local. Os moradores ao redor foram retirados do local, pois há o risco de novo desabamento. Vizinhos registraram o momento, confira:


A Defesa Civil, Polícia Militar, Guarda Municipal, Cemig e Copasa foram acionados. Pelo menos 30 bombeiros militares atuaram na operação. De acordo com a Defesa Civil de BH, o incidente não tem relação com as chuvas recentes. Segundo os bombeiros, trata-se de uma construção irregular.

O comandante do 1º Batalhão de Bombeiros Militar, tenente-coronel Winderson Moura, contou que a tropa chegou ao local por volta das 17h30 e logo depois recebeu apoio de militares do Batalhão de Emergências Ambientais e Resposta a Desastres (Bemad).

“Uma residência que já havia sido interditada pela Defesa Civil em 8 de maioveio a colapsar atingindo outras quatro. Duas diretamente e outras duas indiretamente”, explicou o militar. “Felizmente, nenhuma pessoa no local; todas estavam trabalhando”, disse.



Os bombeiros utilizaram aparelhos detectores de vida e sismógrafo para identificar se a estrutura está se movimentando. “Ainda tem risco, estamos acompanhando os imóveis laterais que estão com danos estruturais”, disse o tenente-coronel Winderson. Ainda segundo ele, o incidente “poderia ter sido bem pior” caso estivesse chovendo.

Militares usam aparelho detector de vidas(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A. Press)
Militares usam aparelho detector de vidas (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A. Press)


Uma das vizinhas, Ana Lucia Porto de Carvalho, de 21 anos, estava em casa quando ouviu os estrondos. “Foi muito de repente. Eu estava no quarto e escutei os vizinhos gritando ‘vai cair, vai cair’. O segundo estrondo foi mais alto. Até então, eu só estava escutando. Quando fui ver, já estava tudo caindo”, conta a auxiliar de operações. Ela disse que saiu correndo para alertar os outros vizinhos.

Aline Cristina Ferreira da Silva, de 21, mora em uma casa em frente à que desabou. “Geralmente, acontece deslizamento quando chove muito, mas eu já morei na casa ao lado quando tinha 7 anos e já era decadente, tinha muita trinca”, disse a jovem.

Segundo a moradora, seis gatos foram salvos, mas dois cachorros ainda não foram encontrados.

(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade