Publicidade

Estado de Minas

Acidente na Avenida Portugal deixa feridos; veja o vídeo

Carro em que estavam as vítimas mais graves invadiu a contramão e atingiu outros dois. Há suspeita de que a motorista tenha ingerido bebida alcoólica


17/10/2020 20:27 - atualizado 18/10/2020 00:55

Câmera de segurança flagra momento da colisão(foto: Reprodução da internet/WhatsApp)
Câmera de segurança flagra momento da colisão (foto: Reprodução da internet/WhatsApp)

Duas mulheres precisaram ser hospitalizadas após um acidente na tarde deste sábado na Avenida Portugal, no Bairro Jardim Atlântico, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte. O carro delas invadiu a contramão e colidiu com outros dois. Uma câmera de segurança flagrou o acidente. 

A batida ocorreu minutos antes das 16h na altura do número 4.304. O vídeo mostra o momento em que um Kia Picanto vermelho invade a pista contrária e acaba atingido por um Citroën C3 cinza e atingindo a traseira de Etios preto que estava estacionado. 

 

De acordo com a Polícia Militar (PM), o carro que provocou o acidente era conduzido por uma mulher de 52 anos. Em um primeiro momento, não foi possível colher o depoimento dela diante do estado emocional e de saúde. Ela estava passando mal e apresentava hálito etílico. No carro também estava uma passageira de 43 anos com ferimentos. 



O motorista do Citroën disse aos policiais que seguia no sentido decrescente da Avenida Portugal quando viu o Kia Picanto entrar na contramão e ir para a frente do veículo dele. Não houve tempo de frear ou desviar, segundo o condutor. Ele desembarcou e tentou chamar a motorista para socorrê-la, mas ela demorou a “acordar”, segundo ele. Já o dono do carro que estava parado disse não ter visto o momento da colisão. 

 

Segundo o Corpo de Bombeiros, as mulheres foram levadas para o Hospital Risoleta Neves, na Região de Venda Nova. Os bombeiros informaram à Polícia Militar que a motorista não tinha lesões aparentes, mas a passageira apresentava um trauma cranioencefálico na parte frontal da cabeça. Ainda segundo a PM, os bombeiros também relataram que a motorista e a passageira declararam ter ingerido bebida alcoólica. Devido ao encaminhamento para o hospital, não foi possível aplicar o teste do bafômetro na condutora.

 

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência da PM, foram lavrados autos de infração por não portar documentos previstos no Código de Trânsito (CNH e CRLV) e, “pelos sintomas presenciados e confissão da condutora”, por dirigir sob influência de bebida alcoólica. Durante a tarde, o trânsito ficou parcialmente interditado na avenida para o atendimento às vítimas. O carro em que elas estavam foi rebocado. Os proprietários dos outros carros foram liberados. A ocorrência foi registrada na delegacia do Detran na capital.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade