Publicidade

Estado de Minas INTERIOR

Tempestade causa estragos e deixa parte de Divinópolis sem energia

Casas e estabelecimentos foram atingidos por queda de árvores; ruas foram interditadas


09/10/2020 23:02 - atualizado 09/10/2020 23:24

Uma árvore caiu e destruiu parte do muro do cemitério de Divinópolis(foto: Amanda Quintiliano/EM. D. A. Press)
Uma árvore caiu e destruiu parte do muro do cemitério de Divinópolis (foto: Amanda Quintiliano/EM. D. A. Press)

A cidade de Divinópolis, na Região Oeste de Minas, foi atingida por uma tempestade no fim da tarde desta sexta-feira. As fortes chuvas e rajadas de vento causaram estragos em casas e estabelecimentos comerciais. Vários bairros da cidade ficaram sem energia elétrica. Até o momento, não há informações sobre feridos.

A Defesa Civil municipal foi acionada para auxiliar a população. Segundo o prefeito Galileu Teixeira Machado (MDB), a intensidade da precipitação foi inédita no município: “Divinopolis foi atingida por fortes chuvas e uma ventania que quase nunca foi vista na cidade.”

Houve o desabamento de parte da estrutura da loja de materiais de construção Cimcal. A empresa emitiu uma nota informando que nenhum cliente ou funcionário se feriu.

Uma árvore foi derrubada pelo vento e destruiu parte do muro do cemitério localizado no do Centro da cidade. Túmulos também foram atingidos.

Tapumes de uma obra no cruzamento da Avenida paraná com a Rua Goiás, nas imediações do Centro, também foram derrubados.

Segundo o prefeito, membros da Defesa Civil e da Secretaria de Trânsito irão desobstruir as ruas que foram interditadas por queda de árvores ainda na noite de sexta. O restante da limpeza será feita nos dias seguintes.

A Defesa Civil estadual emitiu alerta para a possível ocorrência de fortes chuvas nos próximos dias na região.

Sem energia

A Cemig informou que a tempestade, acompanhada de ventos de grande intensidade, provocou interrupções de energia, principalmente nos bairros Bom Pastor, Candelaria, Catalão, Centro, Danilo Passos I e II, Interlagos, Ipiranga, J.A. Gonçalves, Jardins da Oliveiras, LP Pereira, Manoel Valinhas, N.S. Graças, Nações, Niteroi, Planalto, Ponte Funda, Porto Velho, Quintino, Rancho Alegre, Santa Luzia , São José, São Judas, São Roque, São Sebastião, Sidil, Sion, Sto Antonio, Tiete, Vila BH e Vila Romana.

A companhia disse ainda que, imediatamente após o início das ocorrências, as equipes da empresa iniciaram os reparos. A chuva e a ventania derrubaram árvores sobre a rede elétrica, além de lançarem galhos e outros objetivos em direção aos cabos de energia, provocando curto-circuitos e consequentemente rompimento da fiação em vários pontos.

Cerca de 60 profissionais atuam na normalização do sistema e vão continuar ao longo da noite e madrugada. A previsão é que a maioria dos clientes tenha a energia religada até o início da madrugada de sábado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade