Publicidade

Estado de Minas ZONA DA MATA

Juiz de Fora: Novas mortes fazem comitê vetar avanço para onda verde

Cidade tem crescimento de óbitos na última quinzena


09/10/2020 18:46 - atualizado 09/10/2020 19:32

Número de mortes cresceu após flexibilização (foto: Marcos Alfredo)
Número de mortes cresceu após flexibilização (foto: Marcos Alfredo)
Devido ao número de mortes, Comitê Municipal de Enfrentamento e Prevenção à COVID-19 veta avanço de Juiz de Fora para a onda verde do programa Minas Consciente. Reunião na última noite de quinta-feira (8) discutiu o assunto.
Além da prefeitura, o comitê é formado por representantes de associações, hospitais, defensoria pública, comércio, setores da segurança, universidade, bares, restaurantes e sindicatos.

Apesar da média móvel de casos confirmados de coronavírus, por dia, ter caído - de 47 casos/dia para 36 casos/dia esta semana - Juiz de Fora, na Zona da Mata, permanece na onda amarela. Isso porque, o número de óbitos aumentou na cidade nas últimas semanas.

Nos últimos 15 dias, o estado teve crescimento de mortes de 3% na comparação com período anterior. Já o município de Juiz de Fora teve 44% de aumento nos óbitos; passando de 25 para 36 mortes.

De acordo com a assessoria da prefeitura, a média de mortes está em 36,5 para cada 100 mil habitantes.


Flexibilização


O governo de Minas autorizou a ampliação de horário de funcionamento de shoppings na cidade. A regra vale em cidades que estão na onda amarela. Neste caso, shoppings poderiam funcionar das 11h às 22h. Porém, ficou agendada para a próxima semana discussão sobre o assunto em Juiz de Fora, por enquanto, está mantido o horário atual das 12h às 20h. 

Sobre alteração do Minas Consciente permitindo pessoas do grupo de risco nas academias, o comitê de Juiz de Fora acatou a decisão, desde que a pessoa assine um termo de compromisso assumindo os riscos.

Ainda na reunião, houve discussão do requerimento do Sindiclubes para liberação de quadras esportivas nos clubes, porém, foi vedada. 

Juiz de Fora registra 241 mortes por COVID-19 e 6.397 casos confirmados da doença. A taxa de ocupação de UTI-SUS está em 76,30%.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade