Publicidade

Estado de Minas TRAGÉDIA

Incêndio em casa mata homem de 59 anos em Uberaba

Ainda não se sabe como o fogo começou; o gato do morador do imóvel foi resgatado com vida


03/10/2020 11:02 - atualizado 03/10/2020 12:48

O gato da vítima foi resgatada no último cômodo vistoriado e estava com o corpo cheio de fuligem e salivando bastante(foto: 8º BBM/Divulgação)
O gato da vítima foi resgatada no último cômodo vistoriado e estava com o corpo cheio de fuligem e salivando bastante (foto: 8º BBM/Divulgação)
Na madrugada desse sábado, André Luiz da Silva, de 59 anos, morreu durante incêndio em sua casa, no Bairro Elza Amuí III, em Uberaba, no Triângulo Mineiro. Segundo informações do 8º Batalhão de Bombeiros Militar (BBM), não se sabe como se iniciaram as chamas. De posse das informações da perícia técnica, a Polícia Civil investiga a ocorrência.
 
Ao entrar na casa incendiada, os bombeiros encontram o morador desacordado dentro do banheiro. Ele foi retirado rapidamente, mas, as massagens cardíacas realizadas pelos bombeiros do lado de fora da casa não surtiram efeito. 
 
Já o gato de estimação de André foi localizado com vida no último quarto vistoriado. Segundo informações, o animal estava com muita fuligem pelo corpo e salivando bastante, o que representava intoxicação respiratória. Mas, os bombeiros contaram que o gato foi melhorando aos poucos.

 Ao chegar, bombeiros depararam com muitas chamas e fumaça. ‘Quando as nossas 3 equipes chegaram ao local havia muita fumaça saindo da residência fechada, indicando haver ali um incêndio em fase de alastramento. A equipe então arrombou o portão e entrou na casa em chamas para fazer as buscas, enquanto a segunda equipe encarregou-se de  evitar que o incêndio tomasse maiores proporções. As chamas estavam predominantemente na sala, contudo a temperatura alta já havia afetado todos os cômodos, danificando os móveis e utensílios”, contou o comandante Passos.
 
Pouco tempo depois de entrarem os bombeiros encontraram a vítima desacordada, caída no banheiro, sendo a mesma retirada rapidamente da casa em chamas. Em seguida, os bombeiros iniciaram as aplicações de manobras de reanimação cardiopulmonar. Ao mesmo tempo, os bombeiros controlavam as chamas através de aplicação de água e ventilação, sendo que outra equipe retirava da casa os materiais inflamáveis. “Então chegou equipe médica municipal que minutos depois declarou o óbito do homem”, completou Anderson Passos.
 
Após os trabalhos da perícia técnica da Polícia Civil (PC), a Defesa Civil foi acionada para verificar a situação real da residência que apresentava danos nas paredes, teto de vários cômodos.
 
O Corpo de Bombeiros Militar recomenda que os moradores tentem combater o princípio de incêndio com extintores e ao mesmo tempo devem ligar para os bombeiros através do telefone 193. “Se a situação piorar devem fugir do sinistro, fechando as portas de cada cômodo, antes de sair dele”, concluiu Passos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade