Publicidade

Estado de Minas REGIÃO OESTE DA CAPITAL

Jovem é encontrada morta dentro de casa em BH e PM suspeita de feminicídio

Vítima vivia com um homem há seis meses, mas as brigas eram constantes; companheiro é o principal suspeito do crime


03/10/2020 10:34 - atualizado 03/10/2020 13:04

Local onde o crime aconteceu, no Bairro Cabana do Pai Tomás(foto: Reprodução/Google Street View)
Local onde o crime aconteceu, no Bairro Cabana do Pai Tomás (foto: Reprodução/Google Street View)

 

Ingrid Carvalho de Melo, de 26 anos, foi encontrada morta, caída no quarto de sua casa, localizada na Rua Diamantina, 100, no Bairro Cabana do Pai Tomás, Região Oeste de Belo Horizonte. Ela tinha duas perfurações causadas por faca: no peito e pescoço. A polícia trabalha com a hipótese de feminicídio.

 

Ingrid morava na companhia de um ex-morador de rua, conhecido por “Coroa”. Segundo uma vizinha, ela estava desaparecida há três dias. Por esse motivo, resolveu bater na porta da amiga. Como não obteve respostas, resolveu olhar pela janela do quarto e viu a jovem caída, inerte.

 

A amiga da vítima chamou, então, seus vizinhos. Eles arrombaram a porta e encontraram Ingrid numa poça de sangue, sem vida. A Polícia Militar foi chamada.

 

Os primeiros levantamentos apontaram que Ingrid vivia sozinha, mas há cerca de seis meses, levou “Coroa” para dentro de sua casa. Nos últimos dias, o casal brigava muito, segundo a vizinha.

 

A testemunha contou aos militares que o suspeito acusava a jovem de traição. Gritava, durante as discussões, que ela tinha vários homens além dele. O homem também não é visto no local desde essa quarta-feira (30), por isso, tornou-se o principal suspeito.

 

O caso foi registrado na Delegacia de Homicídios. Os investigadores já descobriram que “Coroa” teria recebido dinheiro do auxílio-emergencial do governo federal. Essa quantia teria servido para a fuga. No local onde acostumava ficar, como morador de rua, no Centro, ele não tem sido visto.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade