Publicidade

Estado de Minas PEDIDO DOS MUNICÍPIOS

Cidades do Leste de Minas comemoram autonomia para enfrentar a COVID-19

Decisão do STF que reconheceu a legitimidade dos municípios para seguir com as ações de enfrentamento à Covid-19 foi comemorada em Coronel Fabriciano e Governador Valadares


24/09/2020 10:01 - atualizado 24/09/2020 13:42

A ACEGV defendeu junto ao STF a autonomia do município para manter o comércio de Governador Valadares aberto(foto: Tim Filho)
A ACEGV defendeu junto ao STF a autonomia do município para manter o comércio de Governador Valadares aberto (foto: Tim Filho)
O procurador-geral do município de Coronel Fabriciano, Denner Franco Reis, comemorou a decisão do Superior Tribunal Federal (STF), por meio de sentença do ministro Alexandre de Morais, publicada na terça-feira (22/9), acatando um pedido feito pelo município em 5 de agosto. Na ação impetrada no STF, o município de Coronel Fabriciano pediu que fossem mantidas as políticas públicas de enfrentamento da COVID-19, adotadas no início da pandemia, em março, sem a necessidade de adesão ao programa Minas Consciente.

"O STF devolveu ao nosso município e a todos os municípios mineiros a competência para adoção de medidas de combate à pandemia de acordo com a predominância dos interesses locais", disse, lembrando que a decisão não inválida as medidas do governo do estado, por meio do programa Minas Consciente.

Denner Franco Reis explicou que antes da decisão do STF, O TJMG havia retirado essa autonomia devolvida aos municípios, por meio de uma decisão em Ação Declaratória de Constitucionalidade. "Essa decisão do STF derrubou sim a decisão do TJMG, que colocou os prefeitos como meros carimbadores de decisão do governador do estado", disse.

As decisões do TJMG, segundo o procurador geral do município de Coronel Fabriciano, devem ser respeitadas e o município respeita, "mas essa que cassou a competência dos prefeitos era inconstitucional e contraditória, porque estabeleceu uma hierarquia entre as normas estaduais e municipais, e as normas federais não possuem essa hierarquia", explicou.

Valadares comemora

Em Governador Valadares, a Associação Comercial e Empresarial (ACEGV) também comemorou a decisão do STF. O presidente da ACEGV, Jackson Lemos, disse que também impetrou a ação no STF pedindo a autonomia para o município de Governador Valadares. A Ação tramitou com o apoio da CDL/GV e Sindicomércio.

“Apesar da decisão sair somente agora, nesta fase que estamos na onda amarela, que permite mais liberdade para o funcionamento do comércio, a decisão do STF é de extrema importância, pois garante que as decisões, inclusive de continuar ou não no Minas Consciente, serão tomadas aqui, de acordo com a nossa realidade e não por pessoas distantes em gabinetes em Belo Horizonte,” disse.

Jackson Lemos explicou que agora Governador Valadares não é mais obrigada a participar do Minas Consciente. “Com a decisão, o Executivo Municipal tem o poder de seguir com as orientações estaduais ou editar Decretos Municipais, sobre as regras de flexibilizações e protocolos sanitários, como na regra antiga, levando em conta os dados locais, tanto dos atendimentos de saúde como econômicos”.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade