Publicidade

Estado de Minas ONDA VERDE

Uberaba libera a música ao vivo nos bares, mas com proteção de acrílico

Além dessa exigência, a prefeitura da cidade restringiu as apresentações entre 18h e 23h


19/09/2020 16:50 - atualizado 19/09/2020 17:27

Uberaba aderiu à Onda Verde do Minas Consciente no último dia 9(foto: Divulgação)
Uberaba aderiu à Onda Verde do Minas Consciente no último dia 9 (foto: Divulgação)
Após o governo estadual, por meio do Minas Consciente, liberar Uberaba paraa aderir à Onda Verde no último dia 9 foi publicado no Porta Voz do Diário Oficial do Município desta sexta-feira (18) as regras para apresentações artísticas e de música ao vivo, eventos e transmissões ao vivo em bares e restaurantes. A publicação aconteceu depois de reuniões do Comitê Técnico-Científico durante esta semana.
 
De acordo com o artigo publicado no Diário Oficial de Uberaba, as apresentações em bares e restaurantes da cidade deverão acontecer entre 18h e 23h; os artistas devem fazer uso de máscara que cubra boca e nariz, sendo que a mesma pode ser retirada somente durante a realização da apresentação artística; a distância mínima deve ser de 1,5 metros entre os artistas e músicos; deve haver proteção acrílica ou similar entre os músicos e o público no intuito de minimizar a dispersão de gotículas e aerossóis; a preparação do palco e dos instrumentos para a realização da apresentação artística deve ser concluída antes de cada apresentação, sendo vedado o compartilhamento de instrumentos entre os artistas e músicos e é proibido ao público a utilização de pistas de danças e acompanhar a apresentação em pé.
 
Daniele Chagas, assistente administrativa de uma rede de bares de Uberaba, complementa que, segundo a nova regra municipal, serão permitidos no máximo três músicos por apresentação. Ela disse ainda que considerou as novas regras corretas e que agora é preciso que todos (músicos e clientes) se adequem e a sigam de forma consciente.

“Providenciamos hoje (sexta-feira, 19) a proteção acrílica que deverá ficar em frente ao palco e aos músicos”, comentou Daniele que disse ainda que não existe a possibilidade de os bares ficarem lotados, já que é exigido que todos fiquem com 50% menos mesas que era antes da pandemia, sendo que as mesmas devem ficar distantes em dois metros e com, no máximo, quatro cadeiras em cada uma. “Não pode mais juntar mesa ou sentar mais de quatro pessoas em cada mesa”, concluiu.
 

Animação para a volta

O cantor e violonista Pablo Carvalho, da banda Projeto ao Cubo, disse que já está preparado com todas as mudanças nesta volta aos palcos. “A gente sabe que neste primeiro momento não poderemos ir até as mesas e sabe que vamos ir nos locais trabalhar e após acabar ir para asnossas casas. Vai ser diferente, porém já é uma vitória a gente voltar. Precisamos manter todas as regras sanitárias para que continuemos trabalhando com segurança”, afirmou o artista, que já se apresenta neste sábado (19) em bar da cidade.
 
Para o seu parceiro de banda, o baterista e percussionista Dudu Hermano, o impacto nesses cerca de seis meses parados foi muito grande, tanto psicológico quanto financeiro. “Foi um período muito difícil e hoje (sábado, 19) voltando a gente fica muito alegre, mas com os devidos cuidados com a gente e que com as pessoas que vão assistir aos shows”, comentou.
 
 

Volta às aulas 

O prefeito Paulo Piau e o secretário de Saúde Iraci Neto declararam que, apesar de o governo do Estado de Minas Gerais autorizar o avanço do Município de Uberaba para a Onda Verde devido aos indicadores positivos, a cidade seguirá de maneira cautelosa, com foco em preservar a vida dos uberabenses, sendo que será avaliado o impacto desses ajustes, antes de se seguir com as próximas liberações.  
 
“Primeiro, tomamos as medidas certas na hora certa, junto com Comitê Técnico-Científico. Segundo, a fiscalização, pois não adiantam medidas, se não tiver fiscalização. E terceiro, a comunidade, na sua maioria, entendeu aquilo que só ela podia fazer: não aglomerar, usar máscara, cuidar da higiene e limpeza, lavar as mãos sempre e usar álcool gel”, considerou o prefeito de Uberaba.
 
O secretário de Saúde, Iraci Neto, complementou que será avaliado o impacto desses ajustes, para a partir de outubro pensar sobre a retomada da rede de saúde e da rede educacional do Município, além de atividades de entretenimento, como eventos e cinemas. “”Sempre fazendo análises quinzenais, observando todos os critérios que temos observado no enfrentamento dessa pandemia desde o início”, declarou. 
 
De acordo com nota da assessoria de imprensa da prefeitura de Uberaba, a previsão é de que a partir do dia 2 de outubro, sejam retomados procedimentos eletivos de saúde selecionados e atendimentos ambulatoriais. “Atividades de ensino em geral, tanto públicas quanto privadas devem apresentar planos de ação até o dia 2 de outubro. O Comitê irá então deliberar sobre os protocolos para um possível início de atividades no dia 19 de outubro”, diz a nota.
 
Por outro lado, o prefeito Paulo Piau ressaltou que essas datas se tratam apenas de uma previsão inicial. “É uma preocupação de cada família em relação a contaminação das crianças, mas várias cidades brasileiras já estão com protocolos, estão voltando e temos que estar preparados. Lembrando que se as escolas não tiverem um protocolo adequado nós não vamos liberar a volta às aulas”, destacou o prefeito. 
 
Com relação a volta de eventos recreativos e cinemas, segundo a assessoria de imprensa da prefeitura de Uberaba, a apresentação de protocolos está programada para até 30 de outubro, com possível retomada em 16 de novembro.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade