Publicidade

Estado de Minas DESTRUIÇÃO

Fogo consome Serra da Moeda pelo 3° dia seguido; incêndio pode ser criminoso

Bombeiros registraram 285 chamados de sábado (12) à madrugada desta segunda (14) em áreas de mata da Região Metropolitana de BH


14/09/2020 08:38 - atualizado 14/09/2020 09:50

(foto: CBMG/Divulgação)
(foto: CBMG/Divulgação)
O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) combate, pelo terceiro dia consecutivo, um incêndio de grandes proporções no Monumento Natural da Serra da Moeda, Região Central de Minas.

Segundo os bombeiros, o combate ao fogo começou sete minutos após a detecção, mas o controle é difícil, pois há diversos focos, em locais diferentes. O tempo seco também contribuiu para a propagação das chamas.


Mais três equipes da CBMMG - cerca de 80 agentes - foram deslocadas para a Serra da Moeda esta manhã, para dar continuidade aos trabalhos. Na noite desse domingo (13), o incêndio chegou a mobilizar 128 pessoas, entre agentes do CBMMG, da Polícia Militar, e voluntários, com apoio do helicóptero da PM, quatro aviões airtractor do IEF e 16 veículos.

A operação também conta com um Posto de Comando instalado na BR-040, em Itabirito. É de lá que são repassadas orientações para as equipes de campo, que também têm como aliado um helicóptero do Corpo de Bombeiros, que sobrevoa o local e lança água.

A mata da Serra da Moeda, em sua maior parte, é formada pelo cerrado e possui exemplares raros da fauna nacional como o veado e a onça parda.

Mais de 280 chamados


Um balanço parcial feito pelo Corpo de Bombeiros na manhã desta segunda indica que pelo menos 285 chamados para notificação de incêndios em vegetações foram recebidos pela instituição apenas na Região Metropolitana de Belo Horizonte. As ocorrências foram compreendidas da 0h de sábado até a 0h de hoje.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade