Publicidade

Estado de Minas

Incêndio em área do Monumento Natural de Minas entra no 3° dia; ação pode ser criminosa

Equipe formada por 81 pessoas inclui bombeiros, policiais militares, brigadistas e voluntários


13/09/2020 15:36 - atualizado 13/09/2020 20:50

Os trabalhos deste domingo foram retomados às 6h(foto: FOTOS IEF/DIVULGAÇÃO )
Os trabalhos deste domingo foram retomados às 6h (foto: FOTOS IEF/DIVULGAÇÃO )
Tempo seco e queimadas favorecem a propagação do fogo e grandes incêndios em áreas de preservação ambiental. O Instituto Estadual de Florestas (IEF) informou no início da tarde deste domingo (13) que o combate ao incêndio no Monumento Natural da Serra da Moeda, na Região Central de Minas, entra em seu terceiro dia. 

Ao todo, 81 pessoas estão empenhadas no combate às chamas neste domingo, sendo 28 brigadistas (IEF, Associação Mineira de Defesa do Ambiente/Amda e empresas), 15 bombeiros militares, seis da Polícia Militar e 32 voluntários. 

Os trabalhos deste domingo foram retomados às 6h, com o apoio de um helicóptero da Polícia Militar, quatro aviões airtractor do IEF e 16 veículos.
 
O incêndio teve início por volta das 14h30 da última sexta-feira, 11/09. O combate começou sete minutos após a detecção, mas foram diversos focos, em locais diferentes. Provavelmente, o incêndio foi criminoso. A área queimada aproximada é de 41 km². 
 
Na noite deste domingo, os bombeiros informaram que os trabalhos na Serra da Moeda serão retomados nesta segunda bem cedo. As equipes serão distribuídas nos oito focos que ainda existem e precisam ser combatidos.
 
Cerca de 80 pessoas seguirão nos trabalhos. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade