Publicidade

Estado de Minas CRIATIVIDADE

Professora improvisa sala de aula na calçada da casa dos alunos para matar a saudade

Sandra Storch Araújo recebia mensagens das crianças no Whatsapp, dizendo que estavam sentindo falta dela e das aulas presenciais


10/09/2020 19:14 - atualizado 10/09/2020 19:39

Professora improvisa sala de aula na calçada da casa dos alunos para dar aula(foto: Arquivo pessoal)
Professora improvisa sala de aula na calçada da casa dos alunos para dar aula (foto: Arquivo pessoal)
Durante a pandemia do novo coronavírus, muitos alunos sentiram o impacto de ter a mudança das aulas presenciais para o modelo on-line. E para as crianças, essa forma de ensino é ainda mais difícil de lidar. Pensando nisso, em Belo Horizonte,  uma professora decidiu adotar uma nova estratégia pedagógica e, pelo menos uma vez no mês ela vai na calçada da casa dos alunos dar aula e manter a interação que tinham em sala, mas com todos os cuidados necessários para se prevenirem da COVID-19.

Sandra Storch Araújo, de 38 anos, é capixaba, mas mora em Belo Horizonte. Ela dá aula há 16 anos para alunos na faixa etária de 5 anos. Durante os seis meses da pandemia ela deu aula on-line para cada um, respeitando as regras de isolamento social. Porém, Sandra conta que a ideia de dar aula na calçada dos alunos veio quando ela começou a receber mensagens deles no Whatsapp.
 
“Eu recebia mensagens de áudio deles dizendo que estavam com saudades e meu coração ficou partido. Para a gente, que tem a rotina de professor, também está sendo muito difícil”, disse. “Aí eu pensei de ir na calçada e fazer uma aulinha com eles para matar a saudade”, completou.

Sandra conta que foi uma surpresa para os alunos ao verem a professora na porta da casa deles. “Eu combinei com as mães e quando eles abriram o portão, eu estava sentada para contar uma história. Vi a carinha de surpresa e de espanto. Alguns não sabiam o que fazer, enquanto outros queriam ganhar um abraço”, relatou. 
 
Alunos enviaram mensagens para a professora, que não viam há seis meses(foto: Arquivo pessoal)
Alunos enviaram mensagens para a professora, que não viam há seis meses (foto: Arquivo pessoal)

 
Por medida de proteção ao novo coronavírus, eles tiveram que manter a distância e ficaram de máscara, tomando todos os cuidados necessários. E também ao ar livre, ela preparou um ambiente provisório de sala de aula, para que eles se sentissem na escola. Além disso, ela monta um kit para eles terem um material que possam trabalhar.

“É muito gratificante poder fazer uma coisa diferente para estar perto deles. Apesar de me verem pelos vídeos que gravo, ainda é muito distante. Por isso, para mim é uma satisfação imensa de poder estar fazendo isso por eles, que acaba sendo pra mim também”, conta.
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade