Publicidade

Estado de Minas FISCALIZAÇÃO AMBIENTAL

Ibama multa em R$ 5,2 milhões agropecuarista que drenou Rio São Francisco em Minas

Uma infração de R$ 520 mil foi entregue ao responsável pelo delito pessoalmente. Uma segunda autuação foi enviada por meio dos Correios


27/08/2020 19:23 - atualizado 27/08/2020 20:23

Fiscalizou notificou responsável a aterrar canais abertos de maneira ilícita (foto: Divulgação/Ibama)
Fiscalizou notificou responsável a aterrar canais abertos de maneira ilícita (foto: Divulgação/Ibama)

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) multou em R$ 5,2 milhões um agropecuarista que drenou parte do Rio São Francisco no município de mesmo nome, localizado no Norte de Minas Gerais.

 

De acordo com o Ibama, o proprietário do empreendimento construiu canais de drenagem para ligar o Velho Chico a quatro lagoas localizadas às margens do curso d’água.

 

O problema é que as lagoas marginais são ambientes considerados fundamentais para a conservação da biodiversidade na Bacia do Rio São Francisco. Elas são protegidas por leis Federal e Estadual.

 

Imagens antes (E) e depois (D) da intervenção mostram os efeitos da drenagem irregular nas lagoas protegidas pelos órgãos ambientais(foto: Divulgação/Ibama)
Imagens antes (E) e depois (D) da intervenção mostram os efeitos da drenagem irregular nas lagoas protegidas pelos órgãos ambientais (foto: Divulgação/Ibama)
 

 

As intervenções, de acordo com o Ibama, não estavam autorizadas pelo poder público. A área onde elas aconteceram foi embargada pelo próprio instituto em 2017, graças à outra fiscalização.

 

Ainda assim, um loteamento de cerca de 363 hectares vinha sendo usado para manejo de gado bovino de corte e equinos.

 

Parte da multa, no valor de R$ 520 mil, já foi entregue ao responsável. A outra infração, de R$ 4,5 milhões, será encaminhada ao agropecuarista por meio dos Correios.

 

O responsável pela drenagem também foi notificado a aterrar os canais escavados, já que o material retirado para ligar as lagoas ao Rio São Francisco ainda estava no local.

 

Além das duas multas, o Ibama apreendeu um trator, uma roçadeira de arrasto, 36 cabeças de gado e 16 cavalos que estavam dentro da área embargada. Tal apreensão, conforme cálculos do instituto, totaliza cerca de R$ 100 mil.

 

A ação da unidade do Ibama localizada em Montes Claros, também no Norte do estado, contou com apoio de policiais militares do Meio Ambiente.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade