Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Prefeitura de Montes Claros decide manter academias em funcionamento

Município determinou fechamento de estabelecimentos, mas voltou atrás antes de adotar medida por causa de decisão do Comitê Estadual COVID-19


20/08/2020 08:05 - atualizado 20/08/2020 08:41

Academias serão fechadas em Montes Claros a partir desta quinta-feira, mas prefeitura voltou atras em decisão(foto: Luiz Ribeiro/DA Press)
Academias serão fechadas em Montes Claros a partir desta quinta-feira, mas prefeitura voltou atras em decisão (foto: Luiz Ribeiro/DA Press)
A Prefeitura de Montes Claros (409,34 mil habitantes), por meio de decreto, publicado na noite de terça-feira (18), havia decidido pelo fechamento das academias de ginástica na cidade, a partir desta quinta-feira (20).

Porém, na noite de quarta-feira (19), a municipalidade voltou atrás e divulgou outro decreto, mantendo abertors os estabelecimentos, mas com restrições para tentar evitar a transmissão do coronavírus (COVID-19).

O que levou o município a suspender a medida antes da sua entrada em vigor foi que na tarde de quarta-feira, o Comitê Extraordinário COVID-19, do Governo do Estado, decidiu por uma alteração do Plano “Minas Consciente”, que trata da flexibilização das atividades econômicas nos municípios.

O Comitê decidiu pela 'migração' das academias de ginástica da 'onda verde' (dos 'serviços não essenciais com alto risco de contágio') para a 'onda amarela' ('serviços não essenciais'). No decreto que publicou terça-feira, determinando o fechamento, a prefeitura alegou que estava se 'adequando' às restrições estabelecidas pelo Governo do Estado para a prevenção da transmissão do coronavírus (COVID-19), previstas no Plano 'Minas Consciente'.

Além das academias, o decreto municipal determinou que, desde quarta-feira, agências de viagens do município seriam fechadas, implementando o atendimento 'exclusivo' por meio remoto. Mas, o Comitê Extraordinário COVID-19 do Governo do Estado também decidiu pela 'transferência' das agências de viagens da 'onda verde' para a 'onda amarela'.

Assim, a prefeitura também decidiu manter o funcionamento das agências de viagens. Por causa das medidas de isolamento social adotadas, as academias permaneceram fechadas em Montes Claros no período de 21 de março a 18 de junho passado.

Dono duas academias em Montes Claros, Alberto Valter de Oliveira Barbosa considera que não houve justificativa para a prefeitura tentar um novo fechamento dos estabelecimentos. "Não há registro de nenhum caso de transmissão (do coronavírus) dentro das academias em nossa cidade", disse reclama Barbosa.

Segundo ele, existem mais de 100 estabelecimentos do ramo no município. Alberto afirma que, depois de permanecer por cerca de três meses com os estabelecimentos fechados, ao retornar às atividades em junho, os donos das academias fizeram uma série de investimentos para se adequarem às medidas preventivas contra a transmissão da COVID-19 entre os seus funcionários e frequentadores, como a aquisição de aparelhos para medir a temperatura das pessoas e a capacitação dos instrutores.

Além disso, para se adequarem as normas de segurança e diminuir os riscos de propagação da COVID-19, as academias reduziram a capacidade de atendimento em 50%, diminuindo o faturamento também pela metade.

Restrições para as academias


Novo decreto assinado pelo prefeito Humberto Souto (Cidadania), publicado na noite de quarta-feira, a Prefeitura de Montes Claros determina que as academias de ginástica da cidade deverão implementar uma série de restrições para evitar a propagação do coronavirus.

Elas deverão funcionar com, no máximo 30% da capacidade. Ao longo do dia, a cada duas horas, as academias deverão ser fechadas para 'limpeza completa'. Também deverão ser disponibilizados na entrada dos estabelecimentos produtos de higienização para os clientes e funcionários.

Segundo dados do Comitê de Enfrentamento da COVID-10 do Município, atualizados na quarta-feira (19), Montes Claros tem 3,879 casos registrados de coronavírus e 64 óbitos confirmados pela doença. 2.722 pacientes já foram curados. Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, o percentual de ocupação de vagas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na cidade é de 56% enquanto a taxa de ocupação de leitos clínicos é de 85%.

Montes Claros tem 81 pessoas internadas em hospitais locais com a COVID-19, dos quais 56 são da cidade e outros 25 são oriundos de outros municípios do Norte do estado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade