Publicidade

Estado de Minas Risco à vida

Preso homem que produzia e vendia arsenal de linha chilena na Grande BH

Acusado negociava o produto em uma loja de materiais de construção, jardinagem e utensílios domésticos de Betim


18/08/2020 17:17 - atualizado 18/08/2020 18:03

Foram apreendidos 66 carretéis contendo cerca de 217 mil metros de linhas cortantes, bem como maquinário de preparação e separação para venda(foto: PCMG/Divulgação)
Foram apreendidos 66 carretéis contendo cerca de 217 mil metros de linhas cortantes, bem como maquinário de preparação e separação para venda (foto: PCMG/Divulgação)

Uma loja de materiais de construção, jardinagem e utensílios domésticos em geral. Esse era o despiste ideal de um comerciante de Betim para a venda de linha chilena. O local foi flagrado pela Polícia Civil, que prendeu o proprietário, CVB, de 31 anos.


Por esse motivo, o caso foi encaminhado para a Inteligência da Polícia Civil, que montou a Operação Comando Aéreo, que investigou a procedência de linha chilena, não só em Belo Horizonte, mas nas outras cidades que cercam a capital.

Os levantamentos apontaram que o estabelecimento no Bairro Capelinha, em Betim, era responsável pela maior parte das vendas de linhas cortantes na região, prática que está relacionada ao alto índice de acidentes que vitimam sobretudo ciclistas, motociclistas e transeuntes na região metropolitana.

Material apreendido 


No local os policiais, comandados pelos delegados Marcelo Cali, da regional de Betim, e Cristiane Aparecida Floriano de Oliveira, da 1ª Delegacia local, apreenderam 66 carretéis contendo cerca de 217 mil metros de linhas cortantes, bem como maquinário de preparação e separação para venda das linhas no varejo.

O crime é previsto no artigo 56 da Lei 9605/98.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade