Publicidade

Estado de Minas Tecnologia

Inclusão: agora você pode ouvir as notícias do Estado de Minas

Com a novidade, mais de 150 milhões de brasileiros com algum tipo de deficiência visual terão acesso facilitado às notícias e conteúdos especiais


17/08/2020 13:37 - atualizado 17/08/2020 14:45


 
Com a proposta de levar informação de qualidade a todos os mineiros, o Estado de Minas firma parceria com a startup Audima, plataforma que converte texto em áudio. De forma simples e prática, os leitores digitais podem, a partir de agora, ouvir os conteúdos publicados no site. 

A tecnologia da Audima lê a matéria através de inteligência artificial. Para ouvir a descrição do texto basta acionar o player que aparece no início da notícia. Não há necessidade de instalar o programa ou baixar um aplicativo.
 

Inclusão

O principal objetivo da parceria é tornar o portal mais inclusivo. Segundo o último censo do IBGE, o Brasil tem cerca de 35 milhões de habitantes com baixa ou média visão, mais de 47 milhões com vista cansada e aproximadamente 56 milhões de analfabetos e analfabetos funcionais. Além disso, de acordo com a Associação Brasileira de Dislexia, 10% da população brasileira é acometida por este transtorno de aprendizagem, que é caracterizado pela dificuldade de leitura.

A tecnologia melhora também, a experiência das mais de 500 mil pessoas com deficiência visual que não conseguem ver de modo algum. Os leitores de tela, ferramenta que permite que naveguem no computador, normalmente reproduzem códigos de programação que interferem na assimilação dos textos. Agora, quem não enxerga vai poder ouvir apenas o que interessa, sem interrupções, por meio de controles de teclado.

Sites que disponibilizam seus conteúdos em áudio, apoiam a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência Lei n° 13.146, de 6 de julho de 2015.
 

Praticidade

A plataforma pretende atrair também pessoas adeptas ao conteúdo em áudio. O formato é um forte aliado para aqueles que geralmente não têm tempo de parar e ler uma notícia. Através da transcrição dos textos, é possível consumir o conteúdo e realizar atividade física, por exemplo. Segundo pesquisa divulgada pela Audima, 32% dos brasileiros apontam a falta de tempo como principal barreira para prática da leitura.
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade