Publicidade

Estado de Minas SUL DE MINAS

COVID-19: Cliente se recusa a medir temperatura e ataca atendente de hotel em Varginha

Câmera de segurança gravou a discussão e a briga na recepção do estabelecimento no Sul de Minas


11/08/2020 16:09 - atualizado 11/08/2020 16:39

Cliente e atendente brigaram no balcão do hotel(foto: Reprodução)
Cliente e atendente brigaram no balcão do hotel (foto: Reprodução)
As imagens do circuito de segurança de um hotel, em Varginha, no Sul de Minas, flagraram uma confusão entre cliente e recepcionista. O funcionário, de 24 anos, contou para a polícia que tudo começou depois que ele exigiu a aferição da temperatura do cliente. O caso aconteceu na noite de sábado (8), mas as imagens foram divulgadas nesta terça-feira (11). 

O vídeo mostra o momento exato das agressões. Nas imagens, um suposto cliente aparece conversando com o funcionário. O homem gesticula com o atendente e, em seguida, anda em direção à porta do hotel. Segundos depois, ele volta e agride o recepcionista com um pedestal. Ele ainda joga um frasco de álcool em gel na vítima. O funcionário se defende e atinge o jovem com vários socos. Uma mulher aparece na cena e leva o rapaz embora. 
 
  
Segundo a Polícia Militar, os militares foram acionados pelo recepcionista do hotel. O Estado de Minas teve acesso ao registro da ocorrência. “O homem contou que estava trabalhando quando o cliente chegou. Após o preenchimento do cadastro, ele teria se exaltado quando a vítima exigiu a aferição da temperatura em virtude da COVID-19. O jovem disse que desviou das agressões e, depois, o homem fugiu de carro”, trecho do relato da vítima.

O jovem também contou para a polícia que, durante o registro do Boletim de Ocorrência, o cliente teria ligado diversas vezes para o hotel para ameaçar a vítima.

O cliente também procurou a polícia para contar outra versão. “O homem, de 30 anos, disse que sempre frequenta o local e não conhece o recepcionista. Ele teria sido tratado com grosseria pelo atendente, que ainda exigiu pagamento adiantado”, disse à polícia. 
 
A administração do hotel preferiu não se pronunciar sobre o caso, que é investigado pela Polícia Civil de Varginha. 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade