Publicidade

Estado de Minas Leste de Minas

Moradores em situação de rua ganham emprego na Prefeitura de Valadares

Além do emprego, os novos servidores terão um lugar seguro para passar o dia, se higienizar, lavar e secar as roupas, guardar seus pertences


10/08/2020 19:36 - atualizado 10/08/2020 20:05

Homem que morava na rua assina contrato de trabalho com a Prefeitura de Valadares(foto: Secom/PMGV/Divulgação)
Homem que morava na rua assina contrato de trabalho com a Prefeitura de Valadares (foto: Secom/PMGV/Divulgação)
A população em situação de rua, que representa um grave problema social em Governador Valadares, ganhou, nesta segunda-feira (10), um tratamento digno das secretarias municipais de Assistência Social e de Saúde. Sete integrantes  de um grupo assistido por essas secretarias começou a trabalhar na Secretaria Munici­pal de Obras e Serviços Urbanos (SMOSU). Eles já haviam assinado o contrato de trabalho na semana passada e hoje iniciaram vida nova.

 

Morando nas ruas, em condições insalubres e sem a higiene necessária para evitar o contágio pelo novo coronavírus, eles foram levados para o Centro Pop e Serviço de acolhimento para adultos e famílias. Agora, além de terem um lugar seguro para passar o dia, se higienizar, lavar e secar as roupas, guardar seus pertences, os usuários do Centro Pop ainda re­cebem café da manhã e da tarde, e atendimentos profissionais.

 

Em fase seguinte, o Centro Pop ainda vai apoiar e dar suporte àqueles que saíram das ruas, desenvolvendo ações de acompanhamento técnico por um perío­do de tempo determinado, auxiliando-os na nova fase. Esse trabalho é desenvolvido a partir da perspectiva de proteção social, juntamente com os Centros de Referência de Assistência Social (Cras). A intenção é assegurar que eles continuem fortalecendo os con­vívios social e comunitário, com a sua nova dinâmi­ca de vida e seu novo território, e com direito ao trabalho.

 

Com estes novos integrantes, já são 20 os usuários dos equipamen­tos da SMAS que conquistaram a tão sonhada vaga no mercado de trabalho e com todos os seus direitos garantidos, através desse programa da prefeitura.

 

O trabalho de reinserção da população de rua já havia começado de forma tímida, antes da pandemia do novo coronavírus, com duas pessoas retiradas na rua e empregadas na SMOSU, dois anos atrás, e outros três, há mais de um ano. Esses cinco trabalhadores foram acompanhados pelo “Plano de Pós-saída” e já estão fora das ruas.

 

"Dar oporuntidade de trabalho formal às pessoas em situação de rua é uma iniciativa exclusiva dessa gestão e contribui consideravelmente para a transformação de vida das pessoas, além de garantir direito, dignidade e autonomia", disse a secretária municipal de Assistência Social, Gabriela Temponi.

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade