Publicidade

Estado de Minas FISCALIZAÇÃO

Coronavírus: 92 estabelecimentos de BH funcionavam com alguma irregularidade

Fiscais e guardas municipais realizaram 695 vistorias em estabelecimentos na reabertura do comércio


10/08/2020 16:43 - atualizado 10/08/2020 18:09

 Na foto, movimentação na Rua Padre Pedro Pinto, em Venda Nova, na última sexta-feira (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Na foto, movimentação na Rua Padre Pedro Pinto, em Venda Nova, na última sexta-feira (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Fiscais da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) e guardas municipais realizaram 695 vistorias a centros comerciais, galerias, lojas e shoppings da capital mineira em quatro dias  -  desde a data em que foi autorizada a reabertura das atividades econômicas contempladas na Fase 1. Durante as ações, foram encontrados 92 estabelecimentos funcionando com algum tipo de irregularidade. Além disso, a fiscalização realizou quatro interdições e aplicou multa.

Os fiscais de Controle Urbanístico e Ambiental realizaram abordagens em 555 estabelecimentos e percorreram as dependências dos centros comerciais e shoppings para verificar portarias de acesso, estacionamentos, corredores e áreas comuns, praças de alimentação, sanitários e elevadores.

As principais irregularidades encontradas pelos fiscais foram ausência de controle na entrada dos estabelecimentos e das filas – muitas vezes causando aglomeração –, falta de cartaz, informando a quantidade de pessoas permitidas no interior do local e ausência da máscara.

De acordo com a administração municipal, as ações para a verificação de estabelecimentos que estão descumprindo a legislação são realizadas diariamente na cidade por uma equipe composta por cerca de 600 pessoas, entre fiscais, diretores, gerentes e agentes de campo. Os profissionais se revezam em campo, em escala e em plantões no Centro de Operações da Prefeitura (COP-BH).

Além das ações realizadas pela Subsecretaria de Fiscalização, no mesmo período os agentes da Guarda Municipal compareceram a 140 estabelecimentos comerciais e constataram que 40 estavam em desacordo com as determinações, solicitando o fechamento das lojas.

Como denunciar irregularidades

 

Para descumprimento de merdidas de prevenção por estabalecimentos e denúncias de aglomeração, acesse: www. servicos.pbh.gov.br/servicos. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade