Publicidade

Estado de Minas CRIME

Homem preso por decapitar namorado da ex, em BH, é indiciado

Ele já tinha passagens anteriores pela polícia e vai responder por homicídio duplamente qualificado


27/07/2020 14:21 - atualizado 27/07/2020 14:42

Crime ocorreu em março deste ano, na Ocupação Vitória, Região Norte da capital mineira(foto: Reprodução/ Internet)
Crime ocorreu em março deste ano, na Ocupação Vitória, Região Norte da capital mineira (foto: Reprodução/ Internet)
A Polícia Civil divulgou, na manhã desta segunda-feira (27), o resultado do inquérito que investigou um homem, de 51 anos, pelo assassinato do companheiro da sua ex-namorada. O crime ocorreu em março deste ano na Ocupação Vitória, na Região Norte de Belo Horizonte.

Segundo o delegado Lucas Daniel Nunes, responsável pela investigação, Juberto Pires Arruda teve um relacionamento de três meses com a vizinha. A relação entre os dois não deu certo, e ela terminou. Após alguns dias, a mulher começou um namoro com Thiago Augusto Correia, de 35. 

Juberto soube que a ex-namorada havia assumido o novo compromisso e mesmo assim continuou a visitá-la.

De acordo com a polícia, o suspeito ia até a casa da mulher com a justificativa de que ela o ajudasse a tomar medicamentos, mas essas ocasiões acabavam se transformando em encontros amorosos.   

Ainda segundo a investigação, Thiago Augusto Correia, companheiro da mulher, incomodado com as "visitas frequentes", exigiu que os encontros tivessem fim. Após ser repreendida, a mulher foi até a casa de Juberto repassar o recado. 

O acusado, então, aproveitado-se de distração da mulher que estava em sua casa, foi até a residência dela, onde estavam Thiago e o filho dela, de 12 anos. Ao chegar lá, Juberto sacou uma arma e atirou na vítima, que caiu no chão ainda com vida. Após perceber que o “rival” não havia morrido, ele desferiu vários golpes de facão no pescoço de Thiago. 

O crime ocorreu na frente do adolescente. Juberto foi preso pela polícia. Após apresentadas as evidências do crime, ele confessou a autoria do assassinato.

Indiciado, vai responder por homicídio duplamente qualificado – quando há a intenção de matar.

Crimes


Segundo a Polícia Civil, Juberto já tinha passagens anteriores pela polícia, por crimes de ameaça e embriaguez ao volante. Além disso, ele também fez parte de uma organização criminosa que atuava na região da Ocupação Vitória

De acordo com as autoridades, a tarefa de Juberto na quadrilha era afixar postes e fazer ligações clandestinas de energia elétrica. Por essa prática, ele também foi indiciado por furto qualificado de energia e teve outro mandado de prisão em flagrante convertido em preventiva.

O suspeito foi denunciado pelo Ministério Público e segue preso no Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) do Bairro Gameleira, na Região Oeste da capital.
 
*Estagiário sob supervisão da subeditora Kelen Cristina


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade