Publicidade

Estado de Minas INVESTIGAÇÃO

Polícia investiga atentado contra policial penal da Nelson Hungria

Carro da vítima teria sido fechado três vezes por um Gol vermelho, que está desaparecido


23/07/2020 15:54 - atualizado 23/07/2020 16:59

Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Grande BH (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Grande BH (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
A Polícia Civil de Minas Gerais investiga uma suspeita de tentativa de homicídio, ou de intimidação, de que foi vítima o policial penal Veclever Guimarães da Silva, de 46 anos, lotado na Penitenciária Nelson Hungria, na tarde desta quinta-feira (23). O fato teria ocorrido na alça de acesso da Avenida Presidente Carlos Luz para o Anel Rodoviário, no Bairro Aparecida, em BH. O carro da vítima foi jogado para fora da pista por um Gol Vermelho.

Veclever contou que já recebeu ameaças várias vezes, de presidiários. Na tarde desta quinta, ele trafegava pela avenida conhecida popularmente como Catalão quando teve seu carro fechado pelo Gol.

No momento, pensou se tratar de barbeiragem. Não deu muita importância. Seguiu seu caminho e percebeu que um Gol vermelho, não sabia se era o mesmo, o seguia. Quando se aproximou do Shopping Del Rey, levou outra fechada e foi forçado a entrar na alça de acesso ao Anel Rodoviário.

Continuou a ser seguido e novamente foi fechado. Ao tentar desviar, bateu de frente num poste. O Gol acelerou e fugiu do local.

A polícia trabalha com a possibilidade de o carro que efetuou a fechada tenha sido roubado. Veclever contou aos policiais que havia dois homens dentro do Gol.

As investigações serão feitas em conjunto com o Sistema Penitenciário de Minas Gerais, que está acompanhando o caso.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade