Publicidade

Estado de Minas DIVISAS INTEGRADAS

Operação policial conjunta prende 57 pessoas no Sul de Minas

Objetivo é retirar de circulação criminosos procurados e já condenados pela Justiça mineira


postado em 07/07/2020 17:55 / atualizado em 07/07/2020 18:21

A operação inclui pontos de bloqueios rodoviários na divisas entre Minas e São Paulo e a fiscalização em empresas do setor de explosivos(foto: Divulgação/Polícia Civil de Minas Gerais)
A operação inclui pontos de bloqueios rodoviários na divisas entre Minas e São Paulo e a fiscalização em empresas do setor de explosivos (foto: Divulgação/Polícia Civil de Minas Gerais)
Divisas Integradas I”. Esse é o nome da operação conjunta entre a Polícia Civil de Minas Gerais e Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp), que tem como objetivo o cumprimento de mandados judiciais nas divisas de Minas Gerais e São Paulo, delimitadas pelo eixo da Rodovia Fernão Dias (BR-381).

A intervenção ocorre como repressão ao crime organizado na região, principalmente com relação aos crimes contra estabelecimentos bancários e explosão de caixas eletrônicos.

No total, mil homens participam da operação, que prevê o cumprimento de 57 mandados de prisão. Todos os presos serão encaminhados para unidades do sistema prisional no Sul do estado. Além disso, foram usados quatro helicópteros e 320 viaturas nas ações preventivas e ostensivas.

Nas primeiras ações, as delegacias de Pouso Alegre, Poços de Caldas e Lavras foram as que mais realizaram prisões. A operação inclui pontos de bloqueios rodoviários em regiões de divisas entre os estados e a fiscalização de empresas do setor de explosivos.

Segundo o chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, delegado Wagner Pinto de Souza, essa é uma operação de grande importância no combate à criminalidade. “Houve integração com todas as Forças de Segurança, além do intercâmbio de atividades de Polícia Judiciária com instituições de outros estados, o que levou ao combate efetivo a esse tipo de criminalidade, totalizando, até o momento, 57 prisões em Minas Gerais.”

Segundo o secretário-executivo de Segurança Pública em Minas, Alexandre Leão, cada instituição atuou dentro de sua esfera de atribuições, convergindo informações e resultados. “Considerada a posição geográfica da Região Sul de Minas Gerais e sua proximidade com o estado de São Paulo, além do grande fluxo proporcionado pela BR-381 e outras rodovias do perímetro, certamente as ações desempenhadas pelas Forças de Segurança são mais eficientes sob o viés da integração.”
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade