Publicidade

Estado de Minas TRÁFICO DE DROGAS

Homens tentam escapar, mas batem carro em viatura durante fuga e acabam presos em BH

Um dos suspeitos ainda tentou subornar os militares com uma arma de fogo


postado em 25/06/2020 07:13

Material apreendido foi encaminhado à Ceflan 3(foto: Divulgação/Polícia Militar de Minas Gerais)
Material apreendido foi encaminhado à Ceflan 3 (foto: Divulgação/Polícia Militar de Minas Gerais)
Dois homens foram presos em flagrante por tráfico de drogas na noite dessa quarta-feira no Bairro Salgado Filho, Região Oeste de Belo Horizonte. Eles foram detidos depois de se envolverem em um acidente com a viatura da Polícia Militar (PM). Um dos suspeitos ainda tentou subornar um dos policiais com uma arma de fogo.

A polícia chegou ao local após denúncias anônimas. Lá, encontraram um carro com o principal suspeito no banco do passageiro. Os militares deram o comando de parada, desobedecido pelos suspeitos. O motorista arrancou o carro em tentativa de fuga, mas bateu na viatura policial.

Os suspeitos abriram as portas e ainda tentaram correr, mas foram interceptados. Dois homens, um de 29 e outro de 27 anos, foram presos em flagrante. No banco de trás do motorista, havia uma caixa de papelão com seis barras de maconha. No veículo, também foram encontrados cerca de R$ 200 em dinheiro e um dólar. A partir daí, os policiais se dirigiram até a casa dos dois detidos.

Na casa do homem de 27 anos, apontado como um dos chefes do tráfico na região, a polícia encontrou R$ 7 mil no guarda roupa da mãe e mais sete buchas de maconha no quarto do suspeito. Já na residência do outro suspeito, o motorista, a polícia encontrou uma bucha de maconha, seis comprimidos de ecstasy e uma capa de colete balístico.

Esse suspeito, que alegou que estava somente dando carona ao colega, tentou subornar os militares em troca de uma arma de fogo. Ele combinou um local de retirada para o revólver calibre 38, mas acabou preso depois de a polícia fingir aceitar a arma de fogo.

A arma foi rastreada, e os militares concluíram que ela foi roubada de um agente de segurança de banco em 2015 na cidade mineira de Arcos. Todos os materiais apreendidos e os dois suspeitos foram encaminhados para a Central de Flagrantes (Ceflan) 3 da Polícia Civil em BH, na Região do Barreiro.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade